Diretor-geral da PRf, Adriano furtado, acompanhou as primeiras horas da Operação Carnaval 2019, na Via Dutra, em São Paulo. Foto: Divulgação

O Diretor-geral da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Adriano Furtado, abriu a Operação Carnaval 2019, em São Paulo. Ele e o superintendente regional, Valmir Cordelli, percorreram as rodovias Fernão Dias e Dutra para acompanhar os serviços e também apoiar o trabalho.

Além da motivação do pessoal, diretor e superintendente fizeram atendimentos de acidentes nas duas rodovias. Choveu bastante durante o primeiro dia de Carnaval e houve aquaplanagens. Em um deles duas mulheres ficaram levemente feridas mas uma criança ficou ilesa graças ao uso de cadeirinha.

Houve visitas às instalações de Unidade Operacionais Policiais (UOP) de Atibaia e Guarulhos, onde conversou com os PRFs que utilizavam as bases.

Furtado também realizou contato via rádio com outra UOP mais distante, em São José dos Campos, transmitindo uma mensagem de apoio aos policiais do trecho.

Além disso, realizou visita ao Aeroporto de Atibaia, onde uma base regional da Divisão de Operações Aéreas poderá ser instalada.

Durante a Operação Carnaval haverá reforço nas rondas de policiais de todos as áreas e escalões da PRF. As fiscalizações com radares e etilômetros serão intensificadas para inibir motoristas de tomarem atitudes que levem perigo ao trânsito.

O objetivo é reafirmar nossa missão de garantir segurança com cidadania nas rodovias federais e nas áreas de interesse da União. A operação começou à zero dessa sexta-feira (1º) e segue até as 24 horas de quarta-feira de Cinzas (6).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui