Na manhã desta segunda-feira (4), o diretor-geral do DNIT, general Santos Filho, e o diretor de Obras de Cooperação do Exército Brasileiro, general Viana, chegaram aos trechos que estão com dificuldades de deslocamento na BR-163/PA. Foto: Divulgação

Na manhã desta segunda-feira, 4 de março, o Diretor Geral do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transporte (DNIT), general Santos Filho, e o Diretor de Obras de Cooperação do Exército Brasileiro, general Viana, chegaram aos trechos que apresentam dificuldades de deslocamento na BR-163/PA.

Eles buscam aproximar a linha decisória das equipes que trabalham localmente e garantir o acesso dos caminhões aos portos de Miritituba. A ideia é diminuir o tempo de resposta às necessidades encontradas na região.

Após sobrevoo para reconhecimentos aéreo dos pontos críticos, os diretores realizarão reuniões com as equipes para fortalecimento do trabalho desenvolvido nos últimos dias. Em solo, técnicos da autarquia, militares e policiais rodoviários federais buscam recuperar a via degradada pelas constantes e fortes chuvas na região, bem como organizar o grande fluxo de caminhões carregados com a safra de soja e que se direcionam aos portos paraenses.

De acordo com o general Santos Filho, a atuação coordenada tem sido fundamental para recuperação emergencial da estrada e para assistência aos caminhoneiros que estão no local. “A polícia atua juntamente com o DNIT na organização do tráfego, enquanto trabalhamos com o Exército nos reparos da BR-163. A entrega de alimentos tem funcionado e a distribuição de água foi intensificada”, explica.

O trabalho em conjunto do DNIT, Exército e da PRF continuará após o período de chuvas para concluir a pavimentação de todo o trecho até dezembro deste ano. A medida vai melhorar o trânsito na região antes do próximo inverno.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui