VAI ASSUMIR: A concessionária Evocias do Cerrado deve assumir a administração do trecho concedido da BR-364/365/GO/MG, na próxima semana, de acordo com a ANTT. Foto: Divulgação

Essa é a expectativa da Agência Nacional de Infraestrutura de Transportes (ANTT); equipes da Agência, Dnit e da concessionária estão, nesta semana, vistoriando o trecho

A concessionária Ecovias do Cerrado, que venceu o leilão do Lote da BR-364/365/GO/MG, deve assumir a administração do trecho na próxima semana, de acordo com Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT).

Ainda de acordo com a Agência, as equipes da ANTT, do Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) e da concessionária estão vistoriando nesta semana o trecho concedido, para finalizar o Termo de Arrolamento e Transferência dos Bens.

Segundo a ANTT, após a assinatura do referido Termo, entre a concessionária e o DNIT, a Ecovias do Cerrado está autorizado a assumir o trecho concedido.

Concessão

Em setembro de 2019, o Grupo EcoRodovias Concessões e Serviços S.A. venceu o certame com uma tarifa básica de pedágio de R$ 4,69364, o que representou um deságio de 33,14%. Os trechos concedidos totalizam 437 quilômetros e estão compreendidos entre a BR-364, no entroncamento com a BR-060, em Jataí (GO), e no entroncamento com a LMG-749, no Contorno Oeste de Uberlândia (MG).

No dia 19 de dezembro, a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), representada pelo seu diretor-geral, Mario Rodrigues Junior, e a concessionaria Ecovias do Cerrado, representada pelos Srs. Alberto Lodi e Lui Salvador, assinaram no Ministério da Infraestrutura, em Brasília (DF), o contrato.

30 anos de exploração

A concessão consiste na exploração, por 30 anos, da infraestrutura e da prestação do serviço público de recuperação, operação, manutenção, monitoração, conservação, implantação de melhorias, ampliação de capacidade e manutenção do nível de serviço do sistema rodoviário.

Trecho a ser administrado

A extensão total do trecho a ser concedido compreende 11 municípios; cinco em Goiás (Aparecida do Rio Doce, Cachoeira Alta, Jataí, Paranaiguara e São Simão) e seis em Minas Gerais (Santa Vitória, Gurinhatã, Ituiutuba, Canópolis, Monte Alegre de Minas e Uberlândia).

As praças de pedágio serão distribuídas da seguinte forma:

  • Praça 1 – Uberlândia (MG) – km 652,5
  • Praça 2 – Monte Alegre de Minas (MG) – km 706,7
  • Praça 3 – Ituiutaba (MG) – km 769,2
  • Praça 4 – Santa Vitória (MG) – km 837,8
  • Praça 5 – Paranaiguara (GO) – km 29
  • Praça 6 – Cachoeira Alta (GO) – km 97,3
  • Praça 7 – Jataí (GO) – km 158,5
LOCALIZAÇÃO DAS PRAÇAS DE PEDÁGIO A SEREM INSTALADAS

Principais obras

Como principais obras a serem realizadas, destaca-se a duplicação de 44 km de rodovia, a implantação de 160 km de terceiras faixas em pistas simples, a adequação e a implantação de 80 km de acostamentos, além de obras de melhorias como vias marginais (19 km), viadutos (2), passagens inferiores, rotatórias, passarelas, melhoria dos acessos e a recuperação e implantação dos sistemas elétricos de iluminação relacionados. Saiba mais sobre a concessão neste link.

2 COMENTÁRIOS

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui