COLISÃO: No último dia 22, de acordo com testemunhas, uma viatura da Polícia Técnica trafegava entre as faixas de sinalização e acabou provocando o acidente que matou a jornalista Bruna Pires, de 31 anos, e sua mãe, Elisabeth Pires, de 61 anos, e deixou sua irmã e sobrinha feridas levemente. Fotos: Divulgação

Bruna Pires, da TV Oeste, estava internada na UTI, desde o dia 22 quando aconteceu a colisão na rodovia

A jornalista Bruna Pires, de 31 anos, morreu na noite dessa segunda-feira (7), no Hospital do Oeste, em Barreiras (BA), onde estava internada desde o dia 22 de setembro, vítima de um acidente ocorrido perto da entrada do aeroporto da cidade, que teve o envolvimento de outros cinco carros.

De acordo com a Polícia Civil, no dia do acidente, a mãe de Bruna, Elisabeth Pires, de 61 anos, morreu no local, e a irmã, Bianca Pires, a sobrinha, ficaram feridas levemente.

Desde que ocorreu o acidente, Bruna ficou na Unidade de Terapia Intensiva (UTI) respirando com a ajuda de aparelhos. Na última semana, a jornalista teve uma pequena melhora, o que animou aos familiares e amigos, mas a ação foi insuficiente deixando uma grande lacuna nas esperanças de uma recuperação. Nesta segunda-feira, depois de muita luta, Bruna partiu deixando saudades para aqueles que conheceram seu jeito menina e alegre de ser. Bruna será sepultada nesta terça-feira (8), no Memorial Senhor do Bonfim, em Barreiras.

TRISTEZA NA FAMÍLIA: Bruna Pires (terceira da esq. p/ dir.) com sua mãe e irmã.

O acidente

Cinco veículos estariam  envolvidos no acidente inclusive uma pick-up da Polícia Técnica, que segundo relatos ainda não oficiais estaria indo levar uma pessoa para o aeroporto de Barreiras. O Site Mais Oeste ouviu uma fonte da policia civil que confirmou que o Carro da polícia técnica estava mesmo passando no local e na hora do acidente,  mas esta mesma fonte fez  questão de acrescentar que a passagem do veículo da polícia técnica não significaria que ela seria a causadora direta ou indiretamente do acidente. Uma investigação foi aberta pela polícia civil e as duas pessoas que estavam no carro da polícia Técnica no último domingo ( 22 )  foram  convocadas para prestar depoimento o que deve acontecer nos próximos dias.

Entenda como o acidente foi provocado

Segundo várias testemunhas ouvidas pelo Site Mais Oeste, o fatídico acidente teria sido causado da seguinte forma: Por volta das 11h30 da manhã do dia 22 de setembro, uma S-10  e um HB20 vermelho que estavam vindo sentindo, Rio de Ondas para Barreiras foram surpreendidos por um carro da polícia técnica que vinha no sentido contrário,  na altura da divisão das pistas da BR-242  antes da entrada do aeroporto.

Segundo as vítimas ouvidas pelo Site Mais Oeste, o motorista da S-10 ao ver o carro da polícia técnica vindo para cima dele, jogou o carro para o acostamento conseguindo sair sem  muitos problemas e seguindo viagem, já o HB 20 vermelho que vinha com a família da jornalista Bruna Pires também tentou fazer a mesma manobra sem sucesso, batendo primeiro no acostamento, em seguida rodando pela pista até bater no carro modelo Gol que tinha sido ultrapassado de maneira abrupta pelo carro da polícia técnica, segundo consta nos relatos das testemunhas. Essas pessoas disseram que a após o choque o HB20 Bateu fortemente no Gol sendo arremessado para fora da pista caindo no matagal. neste mesmo momento o Gol ainda foi atingido na traseira por um carro modelo Uno que vinha  logo atrás.

Fonte: Site Mais Oeste

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui