LANCHE: Caminhoneiros estão recebendo lanche no pedágio da Linha Amarela, no Rio de Janeiro. Foto: Divulgação

Iniciativa integra as campanhas do grupo Invepar de apoio às ações para evitar o avanço do coronavírus

A concessionária Lamsa iniciou na segunda-feira (30) a distribuição de lanches para caminhoneiros na Linha Amarela. Ao todo, serão entregues 1.500 conjuntos contendo achocolatado, bolinho e um pacote de biscoito salgado para os motoristas que trafegarem com carga pesada na praça de pedágio.

De acordo com a concessionária, os lanches serão entregues a caminhoneiros que passarem pelas cabines de pagamento durante a vigência das medidas de quarentena e restrição de circulação para contenção da propagação do coronavírus. A medida atende aos profissionais que percorrem longas distâncias e não encontram estruturas de apoio ao longo da viagem.

Ainda de acordo com a empresa, a iniciativa faz parte das campanhas desencadeadas pelo grupo Invepar de apoio às ações para evitar o avanço do coronavírus entre a população.

Além do suporte aos caminhoneiros, está sendo realizada, ainda, a doação de 30 toneladas de alimentos para comunidades carentes no entorno das empresas do grupo no Brasil: Concessionária Litoral Norte, Via 040, Aeroporto Internacional de São Paulo (GRU Airport), Lamsa e MetrôRio.

Sobre a Linha Amarela

Construída em 1997, a Linha Amarela é uma das mais importantes vias expressas do Rio de Janeiro e marcou a história da cidade pela revitalização de grande parte das zonas Norte e Oeste. A rodovia é administrada pela Lamsa, responsável pelos seus 17,4km de extensão, onde circulam em média 300 mil veículos por dia. A Lamsa é uma empresa pertencente ao grupo Invepar, formado pelos fundos Previ, Petros, Funcef e Yosemite — compostos majoritariamente por pensionistas e aposentados brasileiros.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui