EFICÁCIA: Seguradora Líder constata retração nas ações de ataques de quadrilhas contra o Seguyro DPVAT, por conta da ações estretégicas da empresa. Foto: Divulgação

De acordo com a Seguradora Líder, nos últimos dois anos, houve um desestímulo da ordem de 80% de ataques contra o DPVAT por conta das estratégias do programa de Tolerância Zero às Fraudes

A proteção do Seguro DPVAT contra fraudes é uma das principais atribuições da Seguradora Líder. Nos últimos dois anos, houve um desestímulo de ataques de quadrilhas contra o DPVAT na ordem de 80% (oitenta por cento), por conta de várias ações estratégicas que fazem parte do nosso programa Tolerância Zero às Fraudes.

De acordo com a Seguradora Líder, atualmente, 98% dos sinistros do Seguro DPVAT são legítimos. Tal redução é fruto de trabalho de monitoramento dos pedidos de indenização da Companhia e pode ser conferido em um material detalhado que a Seguradora Líder acaba de divulgar.

Ainda de acordo com a empresa, desde 2017, as estratégias de prevenção, detecção e investigação de fraudes ganharam destaque na Companhia. O trabalho é realizado por uma equipe capacitada com o apoio do uso de tecnologia.

Monitoramento contínuo

A seguradora informa que, atualmente, todos os pedidos de indenização do Seguro DPVAT recebem monitoramento contínuo, sendo avaliados por softwares de inteligência artificial, que contêm ferramentas de filtros sistêmicos de ocorrências suspeitas, além de controle de risco. Os casos considerados merecedores de apuração mais detalhada são enviados, ainda, para uma equipe que investiga in loco a existência de irregularidades.

Conforme informações da empresa, a equipe de Prevenção e Combate às Fraudes utiliza ferramentas de vanguarda, modelos preditivos e inteligência artificial, aplicando um filtro capaz de cruzar as informações dos documentos apresentados e o banco de dados da Seguradora Líder.

Ainda de acordo com a Seguradora Líder, desta forma, são identificados os sinistros suspeitos e, então, realizada uma análise documental. A partir desse monitoramento, em 2018, foram identificadas mais de 11.800 fraudes, com perdas evitadas de cerca de R$ 70 milhões. Essas ações resultaram em 39 sentenças condenatórias, 62 condenados, 33 cancelamentos, suspensões ou cassações de registros em órgãos de classe e 23 prisões em todo o Brasil e exterior.

Para conferir o material e todos os números na íntegra, clique aqui.

Fonte: Seguradora Líder

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui