OLHOS DE GATO: A Lamsa iniciou a instalação de mais sete quilômetros de Olhos de Gato ao longo da Via Expressa. Foto: Divulgação

De acordo com a concessionária Lamsa, instalação faz parte do pacote de 27 mil tachas refletivas para aumentar segurança viária

A concessionária Lamsa iniciou nesta semana a instalação de mais sete quilômetros de olhos de gato na Linha Amarela, que serão implantadas na pista e nas muretas de Jacarepaguá ao Méier.

De acordo com a empresa, os serviços fazem parte do pacote de instalação de 27 mil tachas refletivas que servem para aumentar a segurança viária noturna até o fim do ano.

Ainda de acordo com a Lamsa, a instalação integra o pacote de cerca de R$ 40 milhões em investimentos para melhorias da Linha Amarela.

Segundo a concessionária, também será feita a limpeza do sistema de drenagem de toda a via expressa e cinco alças de entrada e saída da rodovia entre Pilares e Bonsucesso.

A Lamsa informou também que está previsto o recapeamento asfáltico em trechos que somam um quilômetro de Jacarepaguá a Água Santa, na pista em direção à Ilha do Fundão. Além disso, as equipes farão inspeção rotineira em todo o asfalto da Linha Amarela. Também pintará a sinalização horizontal na via expressa ao longo de toda a rodovia à noite, com máquinas e homens na pista.

Manutenção preventiva

A concessionária segue com as obras para manutenção da contenção de encostas, com reforço das cortinas atirantadas — estruturas de concreto construídas para evitar deslocamentos de massa e deslizamentos de terra — no maciço rochoso sobre o Túnel Enzo Totis, em Jacarepaguá. O custo total da intervenção chegará a R$ 3 milhões.

Covid-19

A Lamsa reforçou a higienização de instalações internas e externas da Linha Amarela para prevenir a expansão do coronavírus no Rio. Nas cabines da praça de pedágio, há desinfecção constante e dispensadores de álcool em gel para os motoristas limparem as mãos após o manuseio de dinheiro. Os funcionários, por sua vez, também têm o produto para uso constante e contam com máscaras como mais uma barreira física para a proteção contra o vírus

Para quem precisar sair de casa, a Lamsa recomenda que os veículos circulem de janelas abertas e sejam limpos com água e sabão ou produtos multiuso, afastando os riscos de contaminação pelo coronavírus. As precauções principais devem ser tomadas nos locais de maior contato manual, como volante, cinto de segurança, maçanetas, puxadores das portas, alavanca de câmbio e botões de rádio, ar-condicionado e de acionamento de vidros elétricos. Informações: 0800 0242 355.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui