AUTUADO: Nesta terça-feira (4), a PRF informou que o condutor da moto, Antônio Rodrigues de Araújo Dias, de 28 anos, namorado de Valdene Cardoso - morta com seus dois filhos, um de 6 anos e outra de 1 ano, no dia 28 de janeiro, na BR-343 -, foi autuado em cinco infrações de trânsito. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), condutor colidiu a moto contra carreta; morreram a companheira e os dois filhos dela

Uma série de irregularidades, além de irresponsabilidade. Esses ingredientes fizeram com que o grave acidente entre uma motocicleta e uma carreta deixasse um saldo de três mortes, na BR-343, em Teresina (PI), na noite do dia 28 de janeiro último, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Nesta terça-feira (4), a corporação informou que o condutor da moto, Antônio Rodrigues de Araújo Dias, de 28 anos, namorado de Valdene Cardoso – morta com seus dois filhos, um de 6 anos e outra de 1 ano -, foi autuado em cinco infrações de trânsito:

1 – Veículo indevidamente licenciado

2 – Lotação excedente

3 – Conduzir motocicleta/motoneta/ciclomotor transportando criança menor de 7 anos

4 – Conduzir o veículo em mau estado de conservação, comprometendo a segurança

5 – Dirigir veículo com validade de CNH/PPD vencida há mais de 30 dias
Somando as cinco infrações, o total é de 30 pontos na Carteira Nacional de Habilitação com multa no valor de R$1.205,80. O Boletim de Acidente de Trânsito da PRF será encaminhado à Polícia Civil (PC), que dará andamento ao caso. Já o caminhoneiro foi autuado por estar com a documentação do veículo atrasada.
A PRF ressalta que foi constatado no local de acidente uma ultrapassagem indevida realizada pelo motociclista, ao passar entre dois veículos que se encontravam em posição paralelas, não guardando a devida distância de segurança lateral recomendado pelo Código de Trânsito Brasileiro (CTB).
A PRF informou ainda que, como fatores secundários, conclui-se a desobediência às normas de trânsito realizada pelo condutor da moto, que transportava quatro pessoas; portanto, excedeu a lotação do veículo e tal ato, por si só, altera o equilíbrio na condução de veículos de duas rodas; acrescido pela falta de atenção à condução da motocicleta; não adotando cautela necessária durante a ultrapassagem, prejudicando a reação de forma hábil para evitar a colisão, tombamento e queda dos ocupantes.
De acordo com a delegada que investiga o caso, Érika Mourão, o motociclista ainda não foi ouvido, somente o caminhoneiro. “Estamos aguardado o Boletim de Ocorrências e o laudo da perícia criminal realizado no local do acidente. O inquérito ainda está na fase inicial e só podemos afirmar alguma coisa depois da investigação. O prazo para a conclusão é de 30 dias”, esclareceu.
VÍTIMAS: Valdene Cardoso morreu com seus dois filhos, de 1 ano e de 7 anos, respectivamente, na BR-343, em Teresina (PI).

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui