COLISÃO: Acidente na TO-080, em Marianópolis (TO), com motorista bêbado, deixa uma pessoa morta, segundo a PM. Foto: Edsom Gilmar

De acordo com a Polícia Militar (PM), testemunhas disseram que o homem tentou fazer o retorno e ficou sobre a pista, colidindo frontalmente com carro de passeio; ocorrência foi próxima à saíde de Marianóplis (TO)

O motorista da caminhonete que se envolveu em acidente (sinistro) na rodovia TO-080, em Marianópolis (TO), na segunda-feira (26), foi preso em flagrante pela Polícia Militar por dirigir embriagado.

Segundo a PM, a colisão frontal entre os dois veículos  causou a morte de Geral Sampaio da Silva. Após a colisão, a camionete ficou sobre a pista ocupando uma das faixas de rolamento. O carro de passeio foi jogado para fora da pista. Pelo menos duas pessoas ficaram feridas.

De acordo com a PM, testemunhas informaram que a camionete tentou fazer uma conversão na rodovia, mas acabou ficando atravessada na pista e foi atingida pelo carro de passeio.

Após o local ser isolado e o tráfego controlado os militares foram até o hospital onde as vítimas estavam recebendo os primeiros socorros. Geraldo Sampaio morreu logo após dar entrada na unidade.

Os demais ocupantes do carro de passeio contaram à PM que foram surpreendidos com a caminhonete atravessada e o motorista não conseguiu desviar.

O motorista da camionete também precisou receber atendimento médico, mas depois que recebeu alta foi levado para a central de flagrantes e preso por dirigir sob efeito de álcool.

O acidente

A batida ocorreu a aproximadamente cinco quilômetros da saída de Marianópolis no sentido Caseara, oeste do estado, nessa segunda-feira (26). O corpo de Geraldo Sampaio da Silva foi encaminhado para o IML de Paraíso do Tocantins e liberado. O velório e enterro devem ser realizados na cidade de Paraíso.

Os feridos receberam os primeiros socorros em uma unidade de saúde de Marianópolis, mas depois foram transferidos para o Hospital Regional de Paraíso do Tocantins e em seguida para Palmas. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui