O motorista de um ônibus da viação 1001, que ia de São Paulo para o Rio de Janeiro, morreu nesta madrugada após colidir com a traseira de uma carreta que transportava ferro. O acidente aconteceu por volta das 3h30, no km 24 da Via Dutra, na cidade de Lavrinhas(SP). Três passageiros que estavam no ônibus ficaram feridos gravemente, cinco tiveram lesões moderadas e 22 ficaram com lesões leves. As vítimas foram encaminhadas para os hospitais de Lorena, Queluz e Guaratinguetá. O motorista da carreta nada sofreu.

1001 foto dos bombeiros

Os primeiros indícios são de que o motorista da 1001 cochilou ao volante. O coletivo faria a sua parada obrigatória no Estrela da Dutra, distante 19km do local do acidente, depois de pelos menos 3 h de viagem. Outra versão que foi cogitada é que o caminhoneiro teria saído do posto Retiro da Serra (antigo Asa Branca), em velocidade baixa demais. Entretanto, o caminhão estava na faixa da direita e na saída do posto já comeã a pista inclinada, com boa visibilidade. É possível perceber a presença do posto pelos menos 500 metros antes, que é conhecido como parada de caminhões, portanto com saída de veículos pesados regularmente na faixa da direita. Inclusive tem uma espécie de terceira faixa , para quem sai do posto, usando o acostamento.

Por fim, no local do acidente já é descida (veja a foto), portanto, a velocidade do caminhão não seria tão baixa. Além do mais, por ser madrugada é um trecho de pouco movimento e o motorista do ônibus poderia ter puxado para o outro lado. A PRF ainda não informou a velocidade registrada no tacógrafo dos dois veículos, o que pode ajudar a elucidar o caso, nem a escala do motorista do ônibus que pode permitir saber se ele estava em excesso de jornada. O motorista do ônibus, Ronaldo Querino, era conhecido e experiente, tendo trabalhado na Itapemirim. Conhecia muito bem o trecho. Pelo Google Maps é possível ver o trecho percorrido pelo ônibus antes de colidir com o caminhão, logo depois do posto, quando começa uma descida inclinada.https://www.google.com.br/…/data=!3m6!1e1!3m4!1s5O3P0Lc8K3Z…

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui