REBITE: Motorista de BMW 318i é detido na BR-116, em Poções, na Bahia, com 1.500 comprimidos de rebite. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), homem relatou que adquiriu o produto com o fornecedor ‘caminhoneiro’ e pretendia vender a droga para os estradeiros

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) deteve na tarde de sábado (4), por volta das 13h, no Km 760 da BR-116, em Poções (BA), um motorista que conduzia um BMW 328i, com placas de Ipatinga (MG).

De acordo com os policiais, na abordagem o condutor de 28 anos apresentou nervosismo e desconforto com a ação policial. Em razão da suspeita e informações desencontradas, os agentes decidiram fazer uma vistoria minuciosa no interior do automóvel, quando acabaram encontrando 1.500 comprimidos de anfetamina, substância conhecida popularmente de “rebite”.

A droga estava escondida sob o banco do carona e distribuída em 100 cartelas com 15 comprimidos em cada embalagem. Questionado, o motorista que trabalha como eletricista, disse que costuma comercializar o produto para caminhoneiros. Disse ainda que pagou 1.500 reais pelo produto e que vende cada cartela entre 20 a 25 reais.

Ainda de acordo com a PRF, o homem foi detido e encaminhado com o material apreendido à Delegacia de Polícia Civil de Vitória da Conquista (BA), para registro do fato e formalização dos procedimentos previsto na Lei 11.343/2006 (Lei de Drogas).

Perigo constante

Segundo a PRF, muitos caminhoneiros dirigem horas seguidas, sem descanso, para cumprir prazos determinados pelo empregador ou mesmo com o propósito de faturar um extra no final da viagem, fazendo uso do rebite.

Ainda de acordo com a PRF, a substância, uma anfetamina, é um estimulante do sistema nervoso central e faz com que o cérebro trabalhe mais depressa e cause nas pessoas a impressão de diminuição da fadiga – já que conseguem executar uma atividade qualquer por mais tempo – de menos sono, perda de apetite e de aumento da capacidade física e mental.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui