COLISÃO FRONTAL: grave acidente matou seis pessoas, sendo cinco da mesma família, na BR-386, nessa Sexta-Feira da Paixão (19). Foto: Divulgação

Das seis vítimas da colisão frontal, cinco eram parentes que viajavam para velório em Carlos Barbosa

No meio da madrugada, um telefone toca na comunidade de São Sebastião, interior da cidade de Capanema, no Paraná. Do outro lado da linha, um policial rodoviário gaúcho avisa de um acidente com seis mortos — dos quais cinco eram da mesma família — a 488 quilômetros de distância, em Fontoura Xavier, no norte do Rio Grande do Sul, na BR-386. Quem atende ao telefone é um vizinho da família, que saiu de casa em disparada para avisar os parentes.
Na colisão morreram Sergio Dalla Vecchia, 59 anos, a esposa, Maira Isabel Morari Dalla Vecchia, 52, e dois dos quatro filhos do casal: Thieres Marcos Dall Vecchia, 22, e Kelem Tamara Dalla Vecchia, 30. Além deles, também morreu o marido de Kelem, Fabio Lazarotto, 33.
O casal mais velho era do Rio Grande do Sul e foi para o Paraná há mais de 20 anos. Sérgio era natural em Nova Bréscia, na Serra, e Maira em Lajeado, no Vale do Taquari. Já os filhos nasceram no Paraná, assim como o genro. Na última quinta-feira (18), a família deixou o Paraná para vir ao velório de Ângela Ongaratto Dalla Vecchia, 87, mãe de Sérgio, e chamada de “nona” pelos filhos do casal. A cerimônia ocorria Carlos Barbosa, na Serra.
A noiva de Thieres, Cristiane Wisnievski, 24 anos, estava na casa dos pais em Capanema e  foi acordada no meio da noite com a notícia trágica. Os dois se conheciam desde a infância — estudaram na mesma escola e eram vizinhos. Há três anos começaram a namorar e estavam noivos desde fevereiro de 2017. Recentemente se mudaram para Pato Branco, cidade vizinha, onde moravam juntos.
— Não estou acreditando até agora. Acho que só vai cair a ficha quando os corpos chegaram aqui — conta a jovem.
Os dois tinham planos de se casar e de abrir um negócio próprio, o que era mantido em segredo entre eles. Segundo Cristiane, o noivo tinha acabado de concluir o curso de engenharia elétrica, enquanto ela atuava na área de pedagogia.
— Ele era ótimo. Era uma família muito trabalhadora, tradicional aqui na cidade e muito religiosa — conta Cristiane.
Os velórios de Kelem e Fabio deve ocorrer em Pato Branco. Já as últimas despedidas de Sergio, Maira e do filho devem ocorrer em Capanema. Os corpos ainda não foram liberados pelo Departamento Médico Legal (DML) de Passo Fundo e, por isso, não há horário nem dia para o velório.
NOIVA NÃO ACREDITA: A noiva de Thieres, Cristiane Wisnievski, 24 anos, estava na casa dos pais em Capanema e  foi acordada no meio da noite com a notícia trágica. Os dois se conheciam desde a infância — estudaram na mesma escola e eram vizinhos. Há três anos começaram a namorar e estavam noivos desde fevereiro de 2017. Recentemente se mudaram para Pato Branco, cidade vizinha, onde moravam juntos.
O carro em que estava a família, um Corsa, foi atingido de frente por um Tempra, com placas de Caxias do Sul, que invadiu a pista contrária na altura do km 257. O motorista do Tempra, que também morreu na colisão, ainda não foi identificado. Segundo testemunhas, o carro vinha em zigue-zague.

Quem eram as vítimas

Sergio Dalla Vecchia
– Idade: 59 anos
– Naturalidade: Nova Bréscia

Maira Isabel Morari Dalla Vecchia
– Idade: 52 anos
– Naturalidade: Lajeado

Thieres Marcos Dalla Vecchia
– Idade: 23 anos
– Naturalidade: Pato Branco (Paraná)

Kelem Tamara Dalla Vecchia 

– Idade: 30 anos
– Naturalidade: Guarapuava (Paraná)

Fabio Lazarotto 

– Idade: 33 anos
– Naturalidade: Coronel Vivida (Paraná)

Maicon Lima de Souza 
– Idade: 26 anos
– Motorista do Tempra

Fonte: Gaúcha ZH

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui