DUROU POUCO: A redução de 25,77% nas tarifas de pedágio da Econorte, no Paraná, durou menos de um mês. Na tarde de ontem (31), a 1ª Vara Federal de Curitiba revogou a decisão liminar que garantia esse benefício. Além disso, a Justiça Federal julgou extinta a Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa proposta pelo Estado do Paraná e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) em relação à concessionária. A decisão, dentre outras determinações, reverte a redução de 25,77% nas tarifas de pedágio das três praças da Econorte, em Jataizinho, Sertaneja e Cambará, que terão seus valores majorados a partir de zero hora desta sexta-feira (2). Foto: Divulgação

O índice de 25,77% que havia sido aplicado na redução das tarifas, em 6 de julho, volta a valer a partir de 0h nas três praças da concessionária

As três praças de pedágio da Econorte (Cambará, Jataizinho e Sertaneja), no Paraná, vão ter reajuste de tarifa a partir de zero hora desta sexta-feira (2). Os novos valores serão acrescidos de 25,77%, índice que havia sido aplicado para a redução em 6 de julho último, quando a Procuradoria-Geral do Estado (PGE) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER) ganharam na Justiça, por meio de liminar, a ação que reduziu as tarifas.

De acordo com a concessionária, foi despachada pela 1ª Vara Federal de Curitiba a sentença que revogou a decisão liminar anteriormente proferida, bem como julgou extinta a Ação Civil Pública de Improbidade Administrativa proposta pelo Estado do Paraná e Departamento de Estradas de Rodagem (DER) em relação à Econorte.

Ainda de acordo com a empresa, a decisão, dentre outras determinações, reverte a redução de 25,77% nas tarifas de pedágio das três praças da Econorte, em Jataizinho, Sertaneja e Cambará.

Diante disso, veja os novos valores:

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui