OBRAS: Obra terá investimento de R$ 139,4 milhões, sendo R$ 136,3 milhões de Itaipu Binacional. A pedra fundamental foi lançada em 27 de agosto. Foto: Geraldo Bubniak/AEN

De acordo como Dnit, obra deve custar R$ 139,4 milhões, sendo R$ 136,3 milhões de Itaipu Binacional

O governador do Paraná, Ratinho Júnior, e o diretor-geral de Itaipu Binacional, general Joaquim Silva e Luna, assinaram, na sexta-feira (25), convênio para a duplicação da BR-469, conhecida como Rodovia das Cataratas.

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), as obras devem começar no primeiro trimestre de 2021 e serão realizadas a partir do convênio entre o Órgão e o estado do Paraná.

Ainda de acordo com o Dnit, o investimento será de R$ 139,4 milhões, sendo R$ 136,3 milhões de Itaipu Binacional. Por meio do convênio, o governo do estado fará a licitação e a gestão do empreendimento. O projeto da obra está sendo elaborado pela Autarquia, que também fará o acompanhamento dos serviços.

Segundo o Dnit, o trecho de 8, 7 quilômetros é um segmento de rodovia federal que dá acesso ao Aeroporto Internacional e ao Parque Nacional do Iguaçu. O tráfego intenso deverá ser desafogado após a realização das obras de duplicação.

Um dos principais destinos turísticos do país, Foz do Iguaçu recebe anualmente milhares de visitantes, tanto brasileiros como de outros países. A cidade é conhecida internacionalmente por suas cataratas e pela usina hidrelétrica de Itaipu, contando com uma extensa rede hoteleira. O reforço da infraestrutura terá reflexos na melhoria da atividade econômica.

Fonte: Assessoria de imprensa do Dnit

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui