TOMBAMENTO: Um ônibus da Araújo Transportes, placas AUO-6194, tombouj na BR-040, em Ewbank da Câmara (MG), e deixou uma passageira morta e outros 40 feridos, segundo a PRF. Fotos: Divulgação/Bombeiros

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), veículo fazia o trajeto sentido RJ, quando se envolveu em acidente na rodovia. Um homem foi resgatado em estado grave e levado para Juiz de Fora (MG).

Um acidente (sinistro) no km 760 da BR-040, em Ewbank da Câmara, na Zona da Mata (MG), envolvendo um ônibus Mercedes-Benz, placas AUO-6194, da empresa Araújo Transportes, na madrugada deste domingo (10), deixou uma mulher morta e outras 44 pessoas feridas, entre elas, seis crianças, de acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Ainda de acordo com a PRF, testemunhas disseram que o ônibus tombou após atingir a canaleta da estrada, fazendo que o condutor do veículo perdesse o controle da direção. O coletivo seguia no sentido Rio de Janeiro.

Segundo a PRF, uma mulher de 59 anos morreu no local, após ficar presa numa coluna da estrutura do veículo. Um homem, de 47 anos, também ficou preso às ferragens e foi resgatado pelos bombeiros, que utilizaram o desencarcerador e fizeram um escoramento de segurança para cortar parte da lataria do veículo.

De acordo com os bombeiros, ele foi levado em estado grave para o Hospital de Pronto Socorro de Juiz de Fora (MG). Os outros feridos foram encaminhados ao Hospital de Santos Dumont.

Nesta manhã, equipes da Via 040, concessionária que administra o trecho, trabalhavam para destombar o ônibus. O trânsito na BR-040 ficou interditado apenas no sentido Rio de Janeiro, segundo a Via 040. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

Ônibus tem dezenas de multas e participou de evento pró- Bolsonaro

O Estradas apurou que o veículo da Araújo Turismo e Viagens, está em nome da empresa Trans Van Transportes e Serviços Ltda., e consta 27 multas vencidas, 1 a vencer e 1 suspensa, entre julho de 2018 e novembro de 2020.

Entre as infrações, 19 por excesso de velocidade, sendo 17 acima do limite máximo permitido em até 20% e duas acima de 20%. Há também multas por falta de cinto de segurança, falta de documento de porte obrigatório e falta de equipamento de porte obrigatório.

Existe a suspeita de que o motorista freou antes de um radar, localizado no trecho, e a passageira que morreu estava sem cinto. Seu corpo foi projetado para fora do veículo que tombou sobre ela. Coincidentemente o veículo tem várias multas por excesso de velocidade e falta do uso do cinto pelos passageiros.

No dia 07 de setembro de 2021 o veículo estava em Brasília durante as manifestações a favor do Presidente Bolsonaro.

O veículo envolvido com 27 multas foi utilizado em 07/9 para manifestação pró Bolsonaro : Foto de Luan Sebastião

 

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui