AÇÃO CONJUNTA: Operação Corso teve como objetivo fiscalizar o transporte remunerado e coletivo de passageiros e possíveis práticas de sonegação fiscal. Fotos: Divulgação/PRF-RN

De acoprdo com a PRF, ação integrada com  ANTT e DER-RN, ocorreu em três cidades do estado e resultou na prisão de 18 pessoas

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) em conjunto com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), Secretaria de Tributação do Rio Grande do Norte (SET-RN) e o Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RN) encerrou na quinta-feira (25) a Operação Corso.

De acordo com a PRF, a ação teve como objetivo fiscalizar o transporte remunerado e coletivo de passageiros e possíveis práticas de sonegação fiscal, ocorreu nas cidades de São José de Mipibu, Canguaretama e Macaíba.

Ainda de acordo com a PRF, a operação resultou na recuperação de um veículo roubado, na apreensão de um revólver com seis munições e no resgate de três aves silvestres que eram transportadas ilegalmente.

Segundo a PRF, mais de 240 mil reais em mercadorias foram flagradas sendo transportadas sem documentação fiscal, revertendo para o estado Rio Grande do Norte, entre impostos e multas, um valor superior a 80 mil reais. No total, 14 pessoas foram detidas por efetuar transporte clandestino de passageiros e outras quatro por crimes diversos.

PARCERIA: A operação resultou na recuperação de um veículo roubado, na apreensão de um revólver com seis munições e no resgate de três aves silvestres que eram transportadas ilegalmente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui