NÃO PAGOU, MAS GANHOU: Veículo 0km chegou a quebrar a cancela da pista automática quando evadiu-se do pedágio em Arujá (SP). Não pagou a tarifa, mas 'ganhou' multa de R$ 195,23 e 5 pontos na CNH. Foto: Divulgação/NovaDutra

De acordo com a NovaDutra, ação da Polícia Rodoviária Federal flagrou motorista que dirigia um carro 0km, avaliado em R$ 90 mil

Uma operação da Polícia Rodoviária Federal (PRF) na quinta-feira (15), na praça de pedágio de Arujá, no Alto Tietê (SP), na Via Dutra (BR-116), flagrou um total de nove veículos, sendo sete caminhões e dois automóveis, evadindo de pedágios na rodovia. A operação foi realizada entre 14h e 18h, de acordo com a concessionária NovaDutra, responsável pela rodovoia.

Ainda de acordo com a empresa, entre os flagrantes, dois chamaram a atenção: o primeiro, de um motorista que passou pela pista automática da praça quebrando a cancela. Ele estava em veículo de passeio 0km, avaliado em R$ 90 mil. O segundo caso, foi o de um caminhão, com histórico de 177 evasões e uma dívida superior a R$ 8 mil. Ao todo, foram feitas 47 abordagens, sendo sete caminhões com histórico de evasão e dívida total de R$ 12.600.

Tecnologia

Segundo a NovaDutra, atualmente, as câmeras instaladas nas praças de pedágio detectam não apenas as placas, mas também as características do veículo, como: cor e modelo, que são repassadas à PRF.

A concessionária faz o monitoramento das evasões de pedágio ocorridas por meio da coleta de informações nas pistas de passagem automática das cabines da praça, que subsidiam a PRF nas ações de combate a este tipo de infração.

Infração

De acordo com o artigo 209 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), “transpor, sem autorização, bloqueio viário com ou sem sinalização ou dispositivos auxiliares, deixar de adentrar as áreas destinadas à pesagem de veículos ou evadir-se para não efetuar o pagamento do pedágio” são consideradas infrações graves. A multa para esses casos é de R$ 195,23, além de cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

“Os motoristas precisam estar atentos em relação aos riscos que a evasão pode trazer, com frenagens ou colisões, além de colocar em risco tanto a vida dos usuários da rodovia quanto a dos colaboradores que trabalham nas praças de pedágio”, explica Diêgo Dutra, Coordenador de Interação com o Cliente na CCR NovaDutra.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui