Foto: Divulgação

De acordo com a ViaSul, ações visam garantir mais segurança e tranquilidade aos usuários durante suas viagens

A partir de sexta-feira (18), a concessionária ViaSul, em parceria com a Polícia Rodoviária Federal (PRF) e a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), dá início à Operação Verão 2020/2021, que se estende até o dia 1º de março do ano que vem.

De acordo com a empresa, entre as ações, está a liberação do acostamento como faixa adicional de tráfego nos dois sentidos da rodovia como forma de auxiliar o trânsito nos locais de maior movimento e de fluxo mais intenso. Essa liberação ocorrerá quando necessária, entre os Kms 75 (Gravataí) e 26 (Santo Antônio da Patrulha), no sentido litoral.

Já no sentido capital, a liberação será entre os Kms 1,5 (Osório) e 75 (Gravataí). Quando autorizada, utilização do recurso será sinalizada por meio de painéis com piscantes e placas indicativas às margens da rodovia, bem como por meio dos Painéis de Mensagens Variáveis móveis (PMVs), orientando aos motoristas sobre como proceder. Nesses casos, a velocidade máxima permitida nos locais é de 70 km/h.

Ainda de acordo com a concessionária, durante a Operação Verão, as equipes que atuam na pista serão reforçadas, tanto na arrecadação quanto no Serviço de Atendimento ao Usuário (SAU), com o propósito de oferecer ao usuário mais tranquilidade e segurança.

Papa-fila

A concessionária prevê ainda a realização da Operação Papa-Fila, que é a cobrança antecipada da tarifa de pedágio aos veículos que aguardam na fila das cabines manuais. Quando necessário, os funcionários vão até os veículos e, após o pagamento, do valor da tarifa, recebem um ticket identificado como ‘Papa Fila’, que é entregue ao chegar na cabine, agilizando assim a cobrança e a passagem pela pedágio.

Segundo a ViaSUl, as obras também seguirão cronograma especial durante a vigência da Operação Verão, sendo realizadas em dias e horários alternativos de forma a impactar o mínimo possível no fluxo de veículos. Mais informações no site da concessionária ou pelo 0800 000 0290.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui