Homem tinha 37 anos, caiu na altura do quilômetro 115 da Rodovia Castelo Branco e, segundo a Polícia Rodoviária, morreu na hora

Um paraquedista de 37 anos morreu na manhã deste domingo (18), ao cair no quilômetro 115 da Rodovia Castello Branco (SP-280), em Boituva (SP). Ele foi atingido por uma carreta que passava pela rodovia.

De acordo com a Polícia Rodoviária, a Diego Camargo Martins morava em São Paulo (SP), era contador e praticava o esporte, tendo mais de 130 saltos. O caminhão que atingiu o rapaz saiu do Paraná e ia para Bragança Paulista (SP).

À reportagem da emissora local, o motorista do veículo disse que o corpo do homem apareceu de repente na frente do caminhão e não tinha como desviar.

Ele ainda afirmou que no momento do impacto não sabia que se tratava de um ser humano. O motorista teve certeza quando conseguiu estacionar o caminhão, aproximadamente 200 metros após o impacto, e ver o corpo do rapaz.

Horas após o acidente, a Polícia Rodoviária disse à reportagem que é cedo demais para saber o que realmente aconteceu. O policial afirmou que já tinha visto outros casos de paraquedistas pousarem próximo à rodovia.

Próximo ao local do acidente há o centro de paraquedismo de Boituva, conhecido em todo o Brasil pela prática do esporte.

Uma câmera que estava acoplada ao capacete do paraquedista está sendo procurada, ela pode ajudar a entender o que aconteceu no momento do acidente.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui