PAGAMENTO POR PIX: Aprovado na Assembleia Legislativa de Santa Catarina o projeto diz que as concessionárias, a seu critério, poderão oferecer guichês específicos, devidamente identificados, para o pagamento da tarifa de pedágio por PIX. Caso haja a recusa do recebimento pelo PIX, o usuário pode ter o o direito à livre passagem. Foto: Aderlei de Souza/Ilustrativa

De acordo com o autor da proposta, a recusa do recebimento do valor pelo Pix faculta ao usuário da rodovia o direito à livre passagem

Autor do projeto de lei que propõe o pagamento da tarifa de pedágio por Pix, o deputado estadual de Santa Catarina, Nilso Berlanda, comemorou o avanço da proposta na Assembleia Legislativa do Estado.

Aprovado na Comissão de Constituição e Justiça, o projeto diz que as empresas concessionárias, a seu critério, poderão disponibilizar guichês específicos, devidamente identificados, para o pagamento de tarifa por Pix. Diz ainda que a recusa do recebimento do valor pelo Pix faculta ao usuário da rodovia o direito à livre passagem.

Muito bom saber que essa nossa proposta que vai facilitar a vida da população está sendo aceita pelos parlamentares e tramitando com rapidez na Alesc. É mais uma maneira para pagar o pedágio. Entendo que a administração pública deve se adequar ao avanço tecnológico das operações bancárias, proporcionando ao cidadão, além da facilidade, mais agilidade, comodidade e segurança nas transações”, explica Berlanda.

Com a aprovação na Comissão de Constituição e Justiça, a proposta agora está na Comissão de Trabalho, Administração e Serviço Público, e depois deve passar pela Comissão de Transportes e Desenvolvimento Urbano, antes de ir a Plenário.

Fonte: Agência Alesc

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui