COMEMORAÇÃO: Nesta segunda-feira (10), a Polícia Militar do Estado de São Paulo comemora os 74 anos de criação do Policiamento Rodoviário, bem como celebra o Dia do Policial Militar Rodoviário, além dos aniversários de criação do 1º e 4º Batalhões de Polícia Rodoviária e outorga da Medalha do Cinquentenário do Policiamento Rodoviário. Fotos: Divulgação

Além da data comemorativa pela criação do Policiamento Rodoviário, há a celebração do Dia do Policial Militar Rodoviário

Nesta segunda-feira (10), a Polícia Militar do Estado de São Paulo comemora os 74 anos de criação do Policiamento Rodoviário, bem como celebra o Dia do Policial Militar Rodoviário, além dos aniversários de criação do 1º e 4º Batalhões de Polícia Rodoviária e outorga da Medalha do Cinquentenário do Policiamento Rodoviário.

Em 10 de janeiro de 1948, surgia a Polícia Rodoviária do Estado de São Paulo (PMRv). O sonho e o ideal de um homem, o 1º Comandante, o tenente PM José de Pina Figueiredo, tornava-se realidade.

A partir de 1962, seus componentes passaram a integrar a então Força Pública do Estado de São Paulo, sob a denominação de Corpo de Policiamento Rodoviário.

Atualmente, além de sua Sede, o Comando de Policiamento Rodoviário (CPRv) conta com seis Batalhões de Polícia Rodoviária. São aproximadamente 22 mil quilômetros de rodovias paulistas cobertas pelo patrulhamento diuturno.

Dia do Policial Militar Rodoviário

A data de 10 de janeiro, também contempla a comemoração do Dia do Policial Militar Rodoviário, que foi instituído para relembrar o início do Policiamento Rodoviário, por meio do projeto de lei de iniciativa do Deputado Estadual Gil Lancaster.

Um dos ícones do policiamento rodoviário de São Paulo é o “Vigilante Rodoviário“, Carlos Miranda, ator do primeiro seriado produzido especialmente para a televisão em toda a América Latina, com o maior índice de audiência já registrado no Brasil, nasceu em São Paulo, capital, a 29 de julho de 1933.

Curiosidades a respeito da produção não faltam: como o orçamento era apertado foram convidados a fazer parte do filme atores em início de carreira como: Fúlvio Stefanini, Rosamaria Murtinho, Ari Fontoura, Stenio Garcia, Juca Chaves, Ari Toledo, Toni Campelo, Milton Gonçalves, Luís Guilherme, e outros. Hoje são nomes conhecidos nacionalmente.

Oficial da reserva

Após o término da série em 1962, Carlos Miranda foi convidado pelo então Comandante-Geral da Força Pública General de Exército João Franco Pontes para ingressar na carreira de policial, pois para interpretar o personagem do Vigilante, ele tinha feito a escola de Policiais Rodoviários, em Jundiaí, no interior paulista.

Depois de 25 anos na PMRv, e tendo feito todos os cursos na corporação, em 1998 passou para a reserva como Tenente-Coronel PM Reserva.

1 COMENTÁRIO

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui