O fluxo de veículos que chega ao município de Salinópolis aumenta gradativamente. No primeiro fim de semana do mês de julho, a Polícia Rodoviária Estadual (PRE) do Pará  registrou, passando pela barreira na PA-124, na última sexta-feira  (3), a média de 180 veículos por hora. No sábado (4), o volume aumentou para 210 veículos por hora, enquanto neste domingo (5), a média foi 190 veículos. Mesmo com o aumento da procura pelo município,  o número é considerado pequeno e  deve duplicar nos próximos finais de semana do veraneio.

A tranquilidade na quantidade de veranistas também se refletiu no número de ocorrências nas estradas. O único acidente registrado até meados da tarde de domingo foi a colisão de um carro com uma vaca,  ocorrido por volta das 22h de sábado, no km 5 da PA-324, próximo ao município de Santa Luzia do Pará. O animal invadiu a pista de rolamento, não foi visto pelo condutor do veículo e acabou atropelao. Nenhuma pessoa se machucou gravemente.

O sargento Raimundo Saraiva, da PRE, contou que as principais ocorrências registradas nas estradas até o momento são a falta do uso do cinto de segurança nos bancos traseiros e a ultrapassagem proibida em faixa dupla contínua. “As pessoas devem obedecer os códigos de trânsito como forma de proteger a vida dos próprios ocupantes do veículo”, alertou o policial ao orientar que os motoristas devem estar atentos nas estradas para viajar em segurança.

“Os policiais estão nas ruas, orientando, fiscalizando e preservando a segurança nas estradas. Os motoristas devem fazer a sua parte, tanto na obediência das leis de trânsito, como no resguardo da vida alheia, lembrando inclusive que o veículo maior tem o dever de proteger o veículo menor”,  afirmou o sargento Saraiva, ao se referir aos cuidados de distanciamento entre um carro e uma motocicleta, por exemplo.

As ações da Polícia Rodoviária Estadual fazem parte da Operação Verão 2015, que começou no dia 1 de julho e se encerra no dia 6 de agosto, reunindo mais de dez mil agentes de diversos órgãos do Sistema de Segurança Pública do Pará, que trabalham de maneira integrada em 122 municípios paraenses. O Batalhão de Polícia Rodoviária Estadual esta com todos os seus postos ativos para coibir infrações de trânsito, principalmente a questão do uso do álcool na direção e a fiscalização do uso de equipamentos obrigatórios como o cinto de segurança, capacetes para os motociclistas e caronas e extintores de uso veicular, de acordo com o Código de Trânsito Brasileiro e as resoluções devidas.

Fiscalização – As operações nas estradas também são voltadas para a segurança dos passageiros de ônibus e vans,  cujo veículos são fiscalizadas pela Agência de Regulação e Controle de Serviços Públicos do Pará (Arcon) . O supervisor da Arcon, Thiago Oliveira, explicou que são feitas vistorias para analisar as condições de trafegabilidade dos veículos, bem como a documentação obrigatória. No caso de se constatar alguma irregularidade, o veículo é apreendido.

Para não correr o risco de ter a viagem interrompida antes mesmo de chegar ao destino desse veraneio, a população deve se informar antecipadamente se o veículo contratado tem cadastro na Arcon, para isso, basta entrar em contato com a instituição no 0800-0911717 ou pelo celular 98887-6148. A maioria dos passageiros não conhece seus direitos. Um veículo não cadastrado corre o risco de quebrar, e o passageiro ficar sem ter como cobrar seus direitos, perdendo tempo, dinheiro e a viagem”, observou Thiago Oliveira, supervisor da Arcon.

O trabalho da Arcon tem o objetivo de garantir a segurança e a qualidade de serviços do transporte intermunicipal de passageiros, terrestre e hidroviário. As fiscalizações nos modais rodoviárias e hidroviárias estão sendo feitas nos principais terminais e portos de Belém e do interior do Estado, observando horários de partida, equipamentos de segurança, limpeza, documentação e lotação dos veículos.

Fonte: Ascom

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui