BÊBADOS: PRF flagra seis condutores bêbados nas rodovias federais do Piauí, nesse fim semana. Foto: Divulgação/PRF

De acordo com a Corporação, quatro dos flagrantes foram no sul do estado, e dois no norte. Todos foram presos e responderão por crime de ‘Conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool’

Seis motoristas foram flagrados pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), neste fim de semana, por estarem dirigindo sob o efeito de álcool nas rodovias federais do estado do Piauí. Todos foram presos e encaminhados às delegacias de polícia para as providências necessárias.

De acordo com a PRF, na noite de sábado (11), ocorreu a prisão de três pessoas, após abordagens na BR-135, em Cristino Castro (PI) e Alvorada do Gurguéia (PI), e na BR-316, em Picos (PI).

Ainda de acordo com a Corporação, os inspetores realizavam fiscalização de rotina na BR- 135 quando observaram um caminhão Ford F-4000 fazendo movimento de zigue-zague na pista. Foi dada a ordem de parada e, ao checarem os documentos, foi constatado que o homem, de 46 anos, não é habilitado e apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica.

Os policiais realizaram o teste do bafômetro e o resultado foi 0,83 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, mais de 20 vezes o índice máximo permitido por lei. O homem foi encaminhado para a Polícia Civil de Bom Jesus (PI) para os procedimentos cabíveis.

Segundo a PRF, em Alvorada do Gurguéia, a fiscalização flagrou na BR-135 um motociclista sem o capacete de segurança. O condutor, de 23 anos, sem CNH, apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica. Foi constatado índice nove vezes superior ao permitido. O homem foi preso e levado à Delegacia de Polícia Civil de Bom Jesus para os procedimentos cabíveis.

BR-316

Já em Picos, na BR-316, os policiais flagraram um GM Corsa realizando uma manobra de conversão de forma irregular, e, foi dada a ordem de parada. O motorista apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica. Após o teste do bafômetro, o resultado foi índice de 0,85 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, mais de 21 vezes o máximo permitido por lei.

O homem de 39 anos foi encaminhado para a Polícia Civil de Picos/PI para os procedimentos cabíveis. Os três acusados responderão pelo crime de Conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool.

Segundo a PRF, na noite de domingo (12), foram feitas mais três prisões pelo crime de Conduzir veículo com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool. A ação foi desencadeada após abordagens na BR-135, em Bom Jesus, e na BR-316, em Picos.

Os inspetores fiscalizavam a BR-135 e avistaram uma picape Toyota Hilux SW4, conduzida por um homem, de 24 anos, que apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica. Os policiais realizaram o teste de alcoolemia, resultando o índice de 0,81 miligramas de álcool por litro de ar expelido pelos pulmões, portanto mais de 20 vezes o índice máximo permitido para se conduzir um veículo automotor. Ele foi encaminhado para a Polícia Civil de Bom Jesus para os procedimentos cabíveis.

Ainda em Picos, foi flagrada uma motocicleta Honda Biz 125 KS conduzida por um homem, de 54 anos, que estava embriagado. Após os teste de bafômetro, foi constatado índice de 0,86 miligramas de álcool, índice 21 vezes acima do permitido. O homem foi encaminhado à Delegacia de Polícia Civil de Bom Jesus para os procedimentos cabíveis.

Também em Picos, na BR-316, um motociclista, de 30 anos, atropelou uma mulher, de 50 anos, Ambos ficaram feridos e foram socorridos pela equipe do SAMU. Foi constatado que o motociclista apresentava sinais de ingestão de bebida alcoólica. O homem recusou-se a realizar o teste do bafômetro, mas a embriaguez foi atestada por meio do Termo de Constatação de Embriaguez. Ele foi preso e encaminhado para a Polícia Civil de Picos para os procedimentos cabíveis. Ele responderá por Lesão corporal culposa na direção de veículo e Embriaguez ao volante.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui