COMBATE: PRF do DF resgatou uma adolescente de 17 anos da exploração sexual às margens da BR-040, em Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal. Foto: Divulgação

De acordo com a Corporação, a garota estava às margens da rodovia quando foi avistada pelos agentes

A Polícia Rodoviária Federal (PRF) realizou na noite de última sexta-feira (15), a Operação Guarida, com o objetivo de prevenção e repressão ao abuso e exploração sexual de crianças e adolescente (ESCA).

De acordo com a PRF, a ação foi desencadeada, simultaneamente, na Ceilândia (DF), margeando a BR-070, e no Jardim Ingá (GO), às margens da BR-040, onde uma adolescente, de 17 anos, foi resgatada de situação de exploração sexual.

Ainda de acordo com a corporação, em fiscalização a uma boate, em Luziânia (GO), no Entorno do Distrito Federal, foi encontrada uma adolescente, apenas com roupas íntimas, com um homem em um quarto. Ao serem questionados, eles afirmaram que haviam praticado ato sexual de forma consensual.

A jovem, que cobrava R$ 100,00 pela relação, havia dito ao “cliente” que tinha 20 anos de idade. Diante dos fatos, a ocorrência foi encaminhada para a CIOPS de Luziânia, onde o dono do estabelecimento foi preso e responderá, juntamente com o homem flagrado com a garota, pelo crime de Exploração Sexual, configurado no Art. 218 B do Código Penal Brasileiro. A adolescente foi entregue à sua tia, que compareceu na delegacia.

Combate à exploração sexual

Em consonância com a data de 18 de maio – Dia Nacional de Combate ao Abuso e à Exploração Sexual de Crianças e Adolescentes – a PRF realizou a Operação Guarida em 10 estados brasileiros, incluindo o Distrito Federal e Goiás.

De acordo com a PRF, os pontos alvos de fiscalização, onde se encontram bares, boates, casas de prostituição e postos de combustíveis, na região do Entorno do DF, em Luziânia (GO), e às margens da BR-070, em Ceilândia (DF), são considerados pontos vulneráveis pelo Projeto MAPEAR (trabalho realizado a cada dois anos para trazer dados relativos a pontos vulneráveis à ESCA nas BRs de todo o país).

A participação da PRF no enfrentamento à exploração sexual de crianças e adolescentes nas rodovias federais, assim como nas áreas de interesse da União, atuando isoladamente ou em conjunto com demais órgãos e entidades competentes, apresenta-se como eficaz e essencial para a proteção aos direitos fundamentais das crianças e dos adolescentes. Denuncie por meio do Disque 100 ou pelo 191.

Saiba mais sobre a Operação Guarida: https://agencia.prf.gov.br/agencia/prf-resgata-criancas-e-adolescentes-em-situacao-de-vulnerabilidade-e-exploracao-sexual/

Fonte: PRF

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui