Cada quilômetro custará R$ 0,070 para os motoristas que trafegarem pela BR-101 Sul

(foto: reprodução)

A Associação Empresarial de Criciúma (Acic) recebe na tarde desta quarta-feira (7) técnicos da Federação das Indústrias do Estado de Santa Catarina (Fiesc) para debater a implantação de novas praças de pedágios na BR-101 Sul. Em entrevista ao Programa Adelor Lessa, o engenheiro Ricardo Saporiti explicou o cálculo realizado para definir o valor cobrado.

“Quando se calcula o pedágio, ele é o custo médio do quilômetro na rodovia e a ANTT, ela chegou num valor de R$ 0,070 por quilômetro, agora, quanto mais praças de pedágio, mais barato será a tarifa”, disse. “O cálculo é o que foi apresentado no edial, fizemos uma comparação da BR-101 Norte com a da BR-101 Sul, são tipos de serviços diferentes que influenciam no custo final”, completou.

Saporiti afirmou que defende a urgência dessa concessão. “A Fiesc preocupada com essa preocupação dos empresários e usuários da BR, nos pediu que fizesse um estudo sobre a parte prevista da conservação, a manutenção do sistema e as obras de melhorias para melhorar a capacidade da rodovia. O valor dos pedágios é de acordo com as melhorias que se deve ter na rodovia”, garantiu.

Fonte: www.4oito.com.br

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui