PRIMEIRO MUNDO: A tecnologia, que conta com 45 câmeras de alta definição e infravermelho, poderá equipar tanto radares móveis, quanto fixos e funcionará 24 horas por dia. Foto: Divulgação/NSW Transport Departament

Tecnologia pioneira, que está sendo utilizada na Austrália, é baseada em inteligência artificial e poderá funcionar tanto em radares portáteis quanto fixos

Quem é motorista sabe muito bem que falar ao celular e dirigir não combinam. Mas, uma novidade está sendo usada na Austrália, que promete acabar ou ao menos reduzir o número de acidentes em decorrência dessa imprudência. Trata-se de um radar com inteligência artificial capaz de detectar motoristas que estiverem dirigindo e usando o celular ao mesmo tempo.

A tecnologia, que conta com 45 câmeras de alta definição e infravermelho, poderá equipar tanto radares móveis, quanto fixos e funcionará 24 horas por dia. De acordo com as autoridades australianas, um software munido de inteligência artificial detecta automaticamente os casos em que o motorista possa estar utilizando o celular.

Ainda de acordo com o governo australiano, as imagens selecionadas são verificadas por uma equipe autorizada que decide ou não pela notificação do condutor. As demais imagens são descartadas em uma hora sem que ninguém as veja. O novo equipamento, de acordo com a expectativa do governo australiano, é que o número de mortes nas vias do país seja reduzido em 30% nos próximos dois anos.

TUDO ERRADO: Ao menos a Austrália saiu na frente para reduzir e/ou acabar o número de acidentes decorrentes de motoristas imprudentes – como o da foto – que insistem em dirigir e falar ao celular. Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui