O Governo paulista inaugurou a duplicação da Rodovia Raposo Tavares entre Maracaí e Álvares Machado (do km 471,3 até 581,3), onde circulam 7.400 veículos por dia. Os investimentos para a obra somam R$ 200,8 milhões viabilizados pelo Programa de Concessões Rodoviárias do Governo do Estado de São Paulo. O Governo também anunciou a continuidade da duplicação até Presidente Epitácio, a ser entregue em dezembro, cujo investimento soma mais R$ 143,3 milhões.

Duplicação Raposo Tavares

Com a implantação das novas pistas entre o km 471,3 e o km 581,3 os munícipios da região de Presidente Prudente passam a contar com uma rodovia mais moderna e mais segura, o que facilitará o desenvolvimento e o crescimento da região . Além disso, a ligação do oeste paulista e do Mato Grosso do Sul com a Capital ficará mais rápida. No trecho, foram implantados, ainda, dez novos dispositivos de retorno e/ou acesso. Outros três foram ampliados e modernizados, além da ponte do km 536,9 em Regente Feijó que foi alargada para acompanhar a duplicação.

As obras tiveram início em abril de 2012 e foram gerados 2.451 diretos e outros 7.353 indiretos. O segmento duplicado passa pelos municípios de Maracaí, Regente Feijó, Martinópolis, Paraguaçu Paulista, Rancharia, Presidente Prudente e Álvares Machado, atendendo uma população total de 325.208 habitantes. Abaixo, a relação dos dispositivos que integram o pacote de obras da duplicação inaugurado hoje.

Duplicação da Raposo Tavares entre Maracaí e Álvares Machado
– Três novos dispositivos em Maracaí – km 472,5, km 476,1 e km 481;
– Novo dispositivo em Paraguaçu Paulista, no km 489,3;
– Quatro novos dispositivos em Rancharia – km 494, km 496,6, km 502,4 e km 521;
– Dois novos dispositivos em Martinópolis – km 526 e km 528;
– Ampliação dos dispositivos do km 510,9, km 555,5, km 557,1 e km 563,5.
– Alargamento de uma ponte no km 536,9

Duplicação em andamento

As obras para duplicação da Raposo Tavares prosseguem até Presidente Epitácio, entre o km 581,4 e o km 654,7. Nesse segmento serão implantados 11 novos dispositivos de acesso/retorno, além da ampliação de outros quatro. Os investimentos somam R$ 143,3 milhões no trecho por onde circulam 9 mil veículos por dia. A duplicação será entregue em dezembro. Todas as obras são executadas pela Concessionária CART sob fiscalização e gerenciamento da Agência de Transporte do Estado de São Paulo – ARTESP.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui