MELHORIAS NO AMAPÁ: O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciou uma série de obras ao longo das rodovias federais BR-156 e BR-210 no Amapá, com o objetivo de melhorar as condições de trafegabilidade. Fotos: Divulgação

De acordo com o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), rodovias são importantes para o incremento econômico da região

O Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT) iniciou uma série de obras ao longo das rodovias federais BR-156 e BR-210 no Amapá, com o objetivo de melhorar as condições de trafegabilidade.

De acordo com o Dnit, as duas rodovias são importantes para o incremento da atividade econômica na região, por isso recebem as benfeitorias que irão garantir mais conforto e segurança nas viagens.

Ainda de acordo com o Dnit, no tronco Norte da BR-156, entre os municípios de Ferreira Gomes e Oiapoque, são realizadas as obras de pavimentação do segmento rodoviário que vai ligar Calçoene ao rio Curupí.

Segundo o Dnit, no tronco Sul, de Laranjal do Jari até o entroncamento com a BR-210, estão em andamento os projetos de pavimentação contratados, com previsão de conclusão em 2021.

Ainda segundo a Autarquia, essa serviço está divido em quatro lotes e todos já possuem contrato em andamento para elaboração de estudos e projetos básico e executivo, com o objetivo de executar as obras de implantação e pavimentação da rodovia, incluindo a adequação de capacidade e melhoramentos da Travessia Urbana de Laranjal do Jari.

Conforme informou o Dnit, em paralelo às obras de pavimentação no trecho norte e à elaboração dos projetos de pavimentação no trecho sul da BR-156, o Órgão prioriza a manutenção da rodovia. Tanto que hoje toda a extensão da BR-156 e da BR-210 estão cobertas com contratos de manutenção.

BR-156: Os serviços de restauração do pavimento asfáltico nas proximidades de Tartarugalzinho, na BR-156, também já foram iniciados.

Trecho trafegável

De acordo com a Autarquia, as obras de manutenção realizadas neste ano, já eliminaram os pontos de atoleiro e agora tratam as irregularidades existentes, além de fazer a manutenção das pontes de madeira ao longo dos segmentos de rodovias não pavimentados, viabilizando a melhor trafegabilidade para o próximo período chuvoso. Os serviços de restauração do pavimento asfáltico nas proximidades de Tartarugalzinho, na BR-156, também já foram iniciados.

O trecho sul da BR-156 compreende um segmento de 244,2 quilômetros desde Laranjal do Jari até o entroncamento da BR-210, em Santana.

A rodovia deve ser implantada em pista simples, pavimentada, com acostamento em ambos os sentidos do fluxo de tráfego. Os projetos devem prever, ainda, a remoção das pontes de madeira existentes, com sua substituição por pontes em concreto armado ou outro partido estrutural técnico, dimensionadas para as condições hidráulicas dos cursos d’água existentes. Também deve prever a substituição do bueiro localizado no Km 141, no igarapé Areal, por uma ponte.

Travessia urbana de Laranjal do Jari

Este trecho da BR-156 apresenta segmentos em pista simples pavimentada, segmentos em leito natural, não pavimentado, e pequeno segmento em pista dupla pavimentada. O projeto deve prever a implantação e pavimentação do traçado não pavimentado, além da restauração do pavimento existente. Outras melhorias devem constar no projeto, como adequação dos passeios existentes, acesso ao Terminal Rodoviário, travessia de pedestres, e redutores de velocidade próximo à Escola Pública, entre outras.

Manutenção na BR-210

Outra rodovia federal que recebe melhorias é a BR-210. As equipes do DNIT realizam obras de manutenção e atuam desde o Km 0 até o Km 305, localizado entre as cidades de Macapá e Serra do Navio, com roçada do canteiro central e lateral, caiação de meio fio, limpeza de placas, reconformação da plataforma e limpeza de sarjeta e meio-fio.

Fonte: Comunicação do Dnit

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui