maiMAIS SEGURANÇA:Rodovia de tráfego intenso, MS-384 recebe serviço de tapa-buraco na extensão de 120 km, entre Bela Vista, Antônio João e Caracol: Foto: Chico Pinheiro

De acordo com a Agesul, serviços de tapa-buracos na MS-382 foram realizados entre Guia Lopes da Laguna e Bonito

Com a trégua das chuvas nos últimos dias, a Agência Estadual de Gestão de Empreendimentos (Agesul) concentra os serviços emergenciais de recuperação das estradas pavimentadas e de revestimento primário em várias regiões de Mato Grosso do Sul.

De acordo com a Agência, as regionais de Jardim e Bela Vista estão executando tapa-buraco, raspagem e roçada das margens das estradas, na medida em que as condições climáticas permitem, para garantir o escoamento da produção e a segurança dos usuários. Os recursos investidos são do Fundersul.

Ainda de acordo com a Agesul, uma das rodovias que está recebendo especial atenção é a MS-384, onde as chuvas e o intenso tráfego (cerca de 300 caminhões/dia) danificaram o asfalto. A equipe da Agesul está realizando tapa-buraco nos trechos entre Bela Vista-Caracol (55 quilômetros) e Bela Vista-Antônio João (65 quilômetros).

RESTAURAÇÃO: Rodovia de tráfego intenso, MS-384 recebe serviço de tapa-buraco na extensão de 120 quilômetros, entre Bela Vista, Antônio João e Caracol. Fotos: Agesul

Acesso a Bonito

O mesmo serviço está sendo executado na MS-382, entre Guia Lopes da Laguna e Bonito, numa extensão de 60 quilômetros. Além de acesso principal a um dos principais destinos turísticos do Estado, a rodovia se interliga à BR-267 e atende ao agronegócio em expansão na região.

O acesso a Bonito pela MS-178, entre o aeroporto e a entrada da cidade, também está recebendo serviço de tapa-buraco. Nas estradas de terra, a Agesul recupera 30 quilômetros na MS-166 (Antônio João-Cabeceira do Apa), 36 quilômetros na MS-270 (entroncamento da MS-164/Copo Sujo) e os pontos críticos da MS-472 (Apaporé).“Na medida do possível estamos recuperando os pontos críticos das nossas rodovias, focando com muita determinação a ordem do governador Reinaldo Azambuja de garantir trafegabilidade em um período crucial para os produtores”, disse Edmílson Escobar, coordenador das regionais da Agesul, em Jardim e Bela Vista.

A Agesul restaurou também a ponte de madeira na MS-270 e foi dada ordem de serviço para construção de uma ponte de concreto sobre o Rio Piripucu, na MS-472, em Bela Vista, ao custo de R$ 1,3 milhão.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui