CUIDADO: Concessionária que administra a Via Dutra (BR-116) alerta aos romeiros sobre os perigos de se caminhar a pé pela rodovia. Feriado de N.S. Aparecida leva milhares de peregrinos à cidade religiosa. Foto: Divulgação/Assessoria de Comunicação

De acordo com a concessionária Nova Dutra, os riscos às margens da rodovia são constantes

O feriado de Nossa Senhora Aparecida, celebrado neste sábado (12 de outubro), remete a descanso, religiosidade, mas também a riscos de acidente. Pelo menos para um grupo de pessoas que costuma caminhar a pé pela Vi aDutra (BNR-116) com destino a Aparecida do Norte. São os romeiros que se deslocam de várias partes do país para cumprirem promessas à santa.

De acordo com a concessionária responsável pela rodovia, o número de romeiros caminhando a pé pelo acostamento da via Dutra tem se intensificado a cada dia. Apenas no último fim de semana foram contabilizados 3.190 peregrinos andando em direção à Basílica de Aparecida, no Vale do Paraíba (SP).

Ainda de acordo com a empresa, a contagem dos romeiros é realizada pela equipe operacional da Concessionária durante a passagem pelas cidades de Pindamonhangaba (SP), no km 87, e Itatiaia (RJ), no km 318. Em 2018, mais de 20 mil romeiros passaram pela rodovia com destino à Aparecida, entre a segunda quinzena de setembro até a segunda quinzena de novembro, período de maior movimento de romarias a pé.

A campanha

Preocupada com aumento de romeiros dividindo espaço com carros e caminhões na rodovia, a concessionária intensificou sua campanha de orientação a peregrinos e motoristas que trafegam pela via Dutra em direção à cidade religiosa.

De acordo com a concessionária, a campanha tem sido realizada todos os anos a partir da segunda quinzena de setembro, com foco nas orientações de segurança aos grupos de romeiros e usuários da rodovia, além de reforçar sobre os riscos de romarias a pé pelo acostamento. A campanha também orienta sobre a utilização de um caminho mais seguro para esta manifestação de fé: a Rota da Luz SP.

Nesta semana, foram instaladas faixas indicando os acessos à Rota da Luz aos romeiros que ainda insistem em caminhar pela Dutra. Também serão distribuídos folhetos aos motoristas alertando sobre a presença de romeiros caminhando pelo acostamento. A concessionária não recomenda este tipo de manifestação de fé, em função do risco que representa para os peregrinos que utilizam o acostamento para caminhar.

De acordo com a empresa, além dessas ações, os painéis de mensagens variáveis da rodovia alertam os motoristas sobre romeiros pelo acostamento. A campanha ganha reforço também na programação da rádio da empresa, com plantões ao vivo, dicas de segurança e informação dos trechos da rodovia com peregrinos a pé.

Ainda de acordo com a concessionária, todos os colaboradores estão treinados para abordar os grupos de romeiros que estão caminhando, principalmente no mesmo sentido do tráfego, e orientar sobre a forma mais segura de realizar sua peregrinação. É entregue material com dicas de segurança para esses grupos de pessoas que insistem em caminhar pelo acostamento da rodovia.

Mortes

Para se ter uma ideia do risco de se caminhar a pé pelo acostamento, no ano passado, entre os meses de janeiro e dezembro foram registrados 13 atropelamentos, um aumento de 200% no número de atropelamentos em comparação com o mesmo período de 2017.

De acordo com os dados da empresa, somente no período da campanha de orientação que ocorre entre setembro e novembro 10 pessoas foram atropeladas em 2018. Em 2019, a Concessionária registrou três mortes de romeiros.

A concessionária destaca que, em dois casos, os romeiros estavam caminhando pelo acostamento quando foram atropelados. Um terceiro foi atropelado enquanto caminhava pela faixa de desaceleração da rodovia.

Dados atropelamentos

Janeiro a dezembro 2018-2017

2018
Atropelamentos – 13
Mortos – 4
Feridos – 9

2017
Atropelamentos – 07
Mortos – 02
Feridos – 05

Atropelamento no período de setembro a novembro entre 2018 e 2017

2018
Atropelamentos – 10
Mortos – 2
Feridos – 8

2017
Atropelamentos – 4
Mortos – 1
Feridos – 3

Rota da Luz SP

Inaugurada pelo Governo do Estado de São Paulo, a Rota da Luz é um traçado formado por estradas secundárias, somando 201 km que passam por nove municípios, saindo de Mogi das Cruzes. Criada pela Secretaria Estadual de Turismo, a rota é um caminho mais seguro para os romeiros com destino ao Santuário Nacional de Aparecida. A Concessionária reforça em sua orientação aos romeiros a utilização da Rota da Luz SP. Mais informações podem ser obtidas pelo site http://www.rotadaluzsp.com.br/

Dicas de segurança e orientação

1) Utilize a Rota da Luz SP, um caminho mais seguro para os romeiros;
2) Caminhe no sentido contrário ao tráfego, em fila indiana, o mais distante possível da pista e do acostamento;
3) Só caminhe durante o dia. Evite caminhar à noite ou na madrugada;
4) Use roupas claras e coloridas. Se possível, use faixas refletivas. Aumente ao máximo a sua visibilidade para os motoristas;
5) Descanse fora da rodovia. Se houver veículo de apoio, estacioná-lo em local seguro, em postos de serviços, nunca no acostamento;
6) Mantenha sua atenção. Rodovia é espaço para veículos, não para pedestres;
7) Se chover, interrompa sua caminhada. Os riscos são maiores com pista molhada.
A campanha de orientação aos romeiros e motoristas é realizada pela CCR NovaDutra com o apoio da Agência Nacional de Transportes Terrestres e da Polícia Rodoviária Federal.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui