Mesmo com a colisão frontal, motorista do carro não se feriu gravemente.

Em 2017, somente nas rodovias federais, tivemos mais de 90 mil vítimas de acidentes, entre mortos e feridos. Média de 247 pessoas por dia. O relatório recém divulgado pela Seguradora Líder, que administra o DPVAT, revelou que foram pagas mais de 38 mil indenizações por morte e outras 228 mil por invalidez permanente em 2018. São 700 vítimas entre mortos e feridos com invalidez permanente por dia no país. Rodolfo Rizzotto, Coordenador do SOS Estradas, no seu comentário semanal, analisa esses números e alerta sobre o mito da Indústria da Multa. “Na realidade temos uma Indústria da Morte, estimulada pela impunidade dos motoristas infratores.”, afirma. Ouça o comentário e mande sua opinião.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui