A cobrança de pedágios nas BRs 060 e 153, no trecho entre Brasília e Itumbiara, deve começar no fim de junho deste ano, segundo a assessoria da Triunfo Concebra, concessionária responsável por administrar as rodovias. Os postos de cobrança serão implantados nas cidades de Alexânia, Goianápolis, Piracanjuba e Itumbiara. As taxas devem ficar entre R$ 2,80 e R$ 3. A concessionária depende da autorização da Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT) para iniciar a cobrança.

Para iniciar a cobrança a concessionária precisa realizar determinadas obras como a instalação de passarelas e proteções laterais. Além disso, é preciso que pelo menos 10% das rodovias estejam duplicadas.

Além dos postos de pedágio em Goiás, serão instalados outros sete ao longo das vias, que partem do Distrito Federal e cortam os estados de Goiás e Minas Gerais. A concessão tem um prazo de 30 anos. Neste período, as principais obras em Goiás são a construção da terceira faixa entre Goiânia e Anápolis e um desvio de 42 quilômetros entre a capital e Aparecida de Goiânia, que deve ficar pronto em 2018.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui