NÃO AOS BURACOS: Motorista relcama dos buracos da BR-163, no Mato Grosso e passa no pedágio de Sorriso sem pagar tarifa. Foto: Divulgação

De acordo com o motorista, ele pagaria a tarifa se a rodovia estivesse em boas condições de tráfego e sem buracos

Um motorista morador da cidade de Sorriso-MT se recusou a pagar pedágio, em forma de protesto. O usuário gravou um vídeo onde ele mesmo ergue a cancela e segue viagem sem pagar o valor.

No vídeo que circula pela internet, o homem reclama que paga caro para trafegar na rodovia e não tem segurança, ao passo que boa parte do trecho sob responsabilidade da Rota do Oeste ainda não está duplicada. Outra reclamação do usuário é em relação a buracos que surgem na pista de rodagem.

Confira o vídeo:

Procurada pela equipe do CenárioMT, a Assessoria da Rota do Oeste emitiu nota sobre o assunto:

Sobre o vídeo registrado na praça de pedágio em Sorriso com reclamações sobre a rodovia, a Rota do Oeste esclarece que mantém equipes de manutenção de forma permanente no trecho sob concessão da BR-163. Hoje, por exemplo, grupos de trabalho atuam trecho entre Sorriso e Sinop. Os serviços previstos para esta semana incluem reparos contínuos e localizados, além de atividade de tapa-buraco. As equipes seguem um cronograma diário que contempla os pontos com desgaste e necessidade de intervenções, garantindo a trafegabilidade e a segurança.

Vale reforçar que o intenso fluxo de veículos de carga e o excesso de chuva registrado no norte do estado refletem em desgaste acelerado do pavimento. Neste período, a Concessionária intensifica as frentes de obras para sanar os problemas identificados em um prazo de 24 horas, conforme estabelecido no contrato. A manutenção atende aos parâmetros estabelecidos pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), que fiscaliza o serviço de forma permanente, por meio de vistorias em todo o trecho sob concessão.

A Rota do Oeste esclarece ainda que a conduta do motorista, ao descer do veículo na praça de pedágio para levantar a cancela, coloca em risco a segurança dele e de terceiros, diante do alto número de veículos que percorrem a região. Por fim, a Concessionária lembra que a evasão de pedágio é considerada infração grave, com pena de multa, de acordo com o artigo 209 do CTB. Lembrando que a autuação em casos de irregularidades cometidas em rodovias federais é atribuição da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

Fonte: Cenário MT

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui