CRIADORA: Em 1959, a Volvo Cars introduziu o cinto de segurança de três pontos como equipamento padrão nos seus veículos. Fotos: Divulgação

A Volvo vai chamar 2,2 milhões de automóveis às oficinas para solucionar um problema no cabo de ligação do cinto de segurança. O defeito não é considerado grave, mas não deixa de ser irônico que este problema surja em veículos da marca que criou o… cinto de segurança.

Volvo é uma marca que alicerçou a sua reputação nos valores da segurança, reivindicando mesmo a produção dos automóveis mais seguros do mundo.

Uma das suas invenções mais célebres, que se tornou obrigatória em todos os veículos automóveis, foi o cinto de segurança de três pontos.

Este dispositivo foi criado pelo engenheiro sueco Nils Bohlin em 1958. Em julho de 1962, recebeu a patente nº 3043625, atribuída pela United States Patent Office, pelo design do seu cinto de segurança de três pontos, considerado atualmente como o mais relevante sistema de proteção da indústria automóvel. Mais de um milhão de vidas terão sido salvas pelo cinto de segurança em mais de quatro décadas.

Não será de estranhar que as inovações sucessivas introduzidas nos seus automóveis tenham contribuído para cimentar a sua reputação no capítulo da segurança e activa.

NA LISTA: A Volvo V60 Cross Country é um dos modelos abrangidos por este recall

Fadiga do material na origem do problema

Todavia, é como diz a sabedoria popular: “no melhor pano cai a nódoa”. Ditado popular confirmado no recente anúncio da Volvo Cars, para a chamada às oficinas (“recall”) de 2,2 milhões de automóveis para resolver um defeito no dispositivo que tornou a marca sueca famosa: o cinto de segurança.

O problema deve-se a um cabo de aço que estabelece a ligação aos cintos dianteiros do automóvel, mas não é considerado grave. Em certas condições e sob circunstâncias raras, o cabo pode estar sujeito a fadiga. Com o tempo, isto poderá causar desgaste neste componente e reduzir a capacidade de retenção do cinto de segurança.

Apesar do elevado número de automóveis afetados em todo o mundo não foram reportados acidentes ou lesões relacionadas com esta chamada às oficinas.

Entre os modelos afetados por defeito incluem-se o Volvo S60, S60L, S60 CC, V60, V60 CC, XC60, V70, XC70, S80 e S80L. Estes veículos foram fabricados entre 2006 e 2019.

Não deixa de ser irónico que a marca criadora do cinto de segurança tenha sido obrigada a fazer a maior chamada de sempre de veículos às oficinas devido precisamente a um problema no…cinto de segurança.

Problemas com este dispositivo também já surgiram em outras marcas. Os casos mais recentes ocorreram com veículos da Volkswagen, da Porsche e da Seat.

Fonte: Revista Turbo

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui