Entidades cogitam instalação de pedágio para viabilizar duplicação da PR-445

Postado dia 9/3/2013 | | 0 comentário

Entidades e lideranças políticas de Londrina devem reivindicar a duplicação da PR-445. Uma reunião realizada nesta sexta-feira (8), no auditório da Associação Comercial e Industrial de Londrina (Acil), definiu que mesmo que a obra seja negada pelo governo do Estado, o grupo poderá encaminhar proposta de implantação de praça de pedágio no trecho.

“É histórica a necessidade da duplicação. Fora a questão de segurança, este é um gargalo logístico no transporte de cargas”, destacou o presidente da Acil, Flávio Balan.

Ele informou que o plano “B” prevê a instalação do pedágio no trecho apenas quando a obra estiver concluída. De acordo com o presidente da Acil, a sugestão de cobrança foi acatada pelas empresas de transportes e pessoas e também pelas cooperativas que atendem a região.

A cobrança de valores altos e a atuação das concessionárias nas estradas do Paraná vêm sendo questionadas por diversas entidades, como o Por Amor a Londrina que deve fazer um abaixo-assinado contra o pedágio no Estado. Porém, o presidente da Acil não acredita que o fato possa atrapalhar de alguma forma as reivindicações.

“O pedágio é um assunto complicado. Entendemos que este seria um plano desenvolvido com a sociedade, com valores desenvolvidos pela sociedade. É um plano B”, comentou.

O documento com os pedidos deve ser encaminhado ao governador Beto Richa (PSDB) no dia 19 de março.

No tags for this post.



Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *