PREVENÇÃO: Campanha de conscientização é uma das ferramentas que a Ecocataratas usa para a redução de mortes na BR-277, no Paraná. Relatório de uma década do Programa de Redução de Acidentes PRA) mostra que índice de 46% menor. Foto: Divulgação/Ecocataratas

De acordo com a concessionária Ecocataratas, responsável pela rodovia, medidas aplicadas em todo o trecho concedido resultaram na redução de 46% no total de mortes

O balanço de uma década do Programa de Redução de Acidentes PRA) mostra que as ações colocadas em prática pela concessionária Ecocataratas na BR-227, no Paraná, contribuíram para a redução de 46% dos acidentes (sinistros) com mortes. Em relação aos feridos, a redução foi de 45%, e ao número de sinistros, 73%. Os dados foram extraídos do relatório do grupo EcoRodovias.

Responsável pelo trecho de 387,1 quilômetros da BR-277, entre Guarapuava e Foz do Iguaçu, no estado do Paraná, as medidas fazem parte das campanhas de conscientização dos usuários sobre os cuidados para uma direção segura, que contam com o apoio das polícias rodoviárias federal (PRF) e estadual (PRE), fundamentais para incrementar a segurança dos usuários durante as viagens.

Com base em levantamento feito junto à área de Atendimento ao Usuário da Ecocataratas, o dia da semana com o maior registro de acidentes de Guarapuava a Foz do Iguaçu é sábado, com 18%, seguido por sexta-feira, com 16%. As ocorrências mais comuns são colisão traseira, transversal, saída de pista e capotamento. As causas dos acidentes, de acordo com os próprios motoristas são: desatenção, perda de controle da direção e ultrapassagem em local proibido.

A concessionária faz parte do PRA desde o início da concessão. As atividades foram intensificadas em 2008, ano em que o grupo EcoRodovias assumiu o trecho.

Segundo a concessionária, as ações do PRA possibilitaram avanços na segurança de motoristas e pedestres, como por exemplo a implantação de redutores de velocidade e sinalização com maior amplitude.

Falha humana é principal causador

Segundo estudo do Observatório Nacional de Segurança Viária (ONSV), as principais causas dos sinistros de trânsito são: falha humana, do veículo e do sistema viário, sendo que 95% vêm dos usuários, que envolvem a embriaguez e imprudência ao volante, 5% por falha mecânica, veículo em estado precário de manutenção e problemas na vias.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui