BMW foi multada em 3 milhões de dólares pela Agência Americana de Segurança no Transporte de Estradas (NHTSA) na última sexta-feira (10). A punição é por causa da demora da fabricante em comunicar problemas de segurança em seus veículos, infringindo lei federal.

A Agência Americana obriga as montadoras a informarem em até cinco dias os defeitos em seus veículos e convocar em seguida o recall. Mas segundo o órgão, não foi isso que aconteceu com a fabricante alemã em 2010, que atrasou a convocação de 16 recalls e demorou para informar o governo.

“É fundamental para a segurança da condução que os defeitos e as chamadas à revisão sejam reportadas a curto prazo”, informou em comunicado o diretor da Agência David Strickland.

A fabricante alemã nega ter desobedecido a lei federal, mas já emitiu um comunicado respeitando a decisão e afirmando que irá pagar a quantia. Em 2010, além dos EUA, a BMW convocou recall mundial que envolveu cerca de 350 mil veículos.

No Brasil, os poucos casos que resultaram em multa pelo DPDC, normalmente foram contestados judicialmente, e, alguns deles, simplesmente prescreveram.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui