ENGAVETAMENTO: Seis veículos se envolveram em um acidente na BR-262, em Ibiá (MG), onde três pessoas morreram e outras seis ficaram feridas. Foto: Reprodução/TV Integração

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), ocorrência envolveu uma carreta, um caminhão e quatro carros de passeio; sinistro foi próximo ao km 640

A concessionária Triunfo Concebra informou na noite dessa segunda-feira (17) que foi liberado o trecho próximo ao km 640, da BR-262 em Ibiá (MG), onde foi registrado um acidente (sinistro) com seis veículos. Três pessoas morreram no local, segundo informações da concessionária e da Polícia Rodoviária Federal (PRF).

As vítimas foram duas mulheres de 40 e 33 anos e um idoso de 70 anos. Seis pessoas sem as identidades divulgadas foram socorridas e levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araxá (MG).

O acidente envolveu uma carreta-cegonha, um caminhão e quatro veículos de passeio. A ocorrência foi registrada por volta de 14h e o trecho ficou totalmente interditado, sendo liberado por volta de 19h. As causas do sinsitro são desconhecidas. Uma análise do que pode ter provocado as colisões entre os veículos será feita pela perícia técnica da Polícia Civil.

No entanto, a Triunfo informou que a carreta cegonha e um veículo de passeio onde estavam as duas mulheres que morreram, caíram de uma das pontes localizada no trecho.

Vítimas

Segundo a concessionária, três vítimas morreram ainda no local do acidente. Outras duas vítimas com ferimentos leves foram removidas pela ambulância da Prefeitura de Araxá, duas foram resgatadas pelo Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) em estado moderado, e outras duas foram removidas pela viatura da Concessionária Triunfo Concebra, também em estado moderado.

As seis vítimas foram levadas para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) de Araxá. Os nomes delas não foram informados, portanto, não foi possível obter o estado de saúde de cada uma.

Ainda de acordo com a Concebra, duas pessoas envolvidas no acidente não tiveram ferimentos e recusaram atendimento.

Fonte: Portal G1

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui