Consórcio ofereceu proposta de tarifa 42% menor que o teto estipulado para concessão da BR-050
Consórcio ofereceu proposta de tarifa 42% menor que o teto estipulado para concessão da BR-050
O consórcio Planalto foi o vencedor do leilão do trecho de 436 quilômetros da BR-050, que corta os Estados de Goiás e Minas Gerais. A proposta de tarifa de pedágio do grupo foi de R$ 0,04534 por quilômetro, deságio de 42% em relação ao teto estipulado pelo governo federal, de R$ 0,0787 por quilômetro (R$ 7,87 para 100 quilômetros rodados). Oito interessados entregaram propostas no leilão realizado na manhã desta quarta-feira na BM&F Bovespa, em São Paulo.

Consórcio ofereceu proposta de tarifa 42% menor que o teto estipulado para concessão da BR-050

O consórcio Planalto é formado pelas empresas Senpar, Construtora Estrutural, Construtora Kamilos, Engenharia e Comércio Bandeirantes, Greca Distribuidora de Asfaltos, Maqterra Transportes e Terraplenagem, TCL Tecnologia e Construções, Ellenco Construções e Vale do Rio Novo.
O trecho leiloado da BR-050 tem 436 quilômetros, desde o entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), até a divisa de Minas Gerais e São Paulo, no município de Delta. De acordo com o edital, as obras de duplicação precisam estar prontas no prazo de cinco anos, com permissão para a concessionária cobrar tarifa só após a conclusão de, ao menos, 10%. A concessão tem prazo de 30 anos e a taxa interna de retorno (real) é de 7,2% ao ano. A assinatura do contrato está prevista para dia 9 de dezembro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui