AÇÕES EFICAZES: O combate ao crime surte mais efeitos positivos quando realizado com o apoio da sociedade. Foto: Divulgação

Diariamente, milhões de pessoas com seus veículos utilizam as rodovias estaduais como meio de locomoção para o trabalho ou para o lazer

por Moacir Mathias do Nascimento (*)

As rodovias estaduais do Estado de São Paulo, muitas vezes, cortam aglomerados urbanos e precisam ter uma atenção especial quanto aos requisitos de segurança viária e também segurança pública voltada ao combate criminal. “O crime não nasce na rodovia”, frase de autoria do Coronel PM Mauro Cezar dos Santos Ricciarelli, eterno Comandante do Policiamento Rodoviário e atual chefe de gabinete na Secretaria da Segurança Pública. Tal lembrança nunca esteve tão atual.

O crime que acontece na rodovia utiliza a “vizinhança” para chegar e sair e isso pode ser um caminho perfeito para a solução do problema. A tecnologia deve ser aliada no combate ao crime e, nas rodovias, isso não é diferente.

Atualmente, todas as viaturas da Polícia Militar do Estado de São Paulo são dotadas de terminais móveis de dados e esses equipamentos colocam 100% das unidades de serviço interligadas ao sistema 190.

E o que é o sistema 190?

É a forma direta de contato, via telefone, entre a comunidade e a Polícia Militar. Polícia aqui, leia-se viaturas que estão nas rodovias.

Mas, e o que isso tem a ver com os aglomerados urbanos às margens das rodovias?

Absolutamente tudo. Não existe forma mais eficaz no combate ao crime do que a união entre a sociedade e a polícia. O criminoso também sabe disso e apenas comete suas ações delituosas onde há uma maior facilidade para a execução do crime e a fuga rápida do local.

O bandido sai e retorna para algum local. Aqui mora o caminho da solução: a denúncia.

Essa fórmula “mágica” para a solução não requer identificação, não requer dinheiro (pois a ligação é gratuita) e torna a “vida do criminoso” muito mais difícil.

E não fazer isso, o que significa?

Mais crime, mais dificuldade no combate e, infelizmente, em algumas vezes, a conivência com o delito. A Polícia Militar tem percebido a mudança nesse panorama. A queda nos índices criminais nas rodovias tem sido acentuada, em boa parte, pelo auxílio imprescindível da população.

Lembre-se: somos todos cidadãos e a Polícia Militar é o nosso braço forte, por isso, contribuir e denunciar são nossas obrigações.

Polícia Militar – A Força Pública de São Paulo

(*) Moacir Mathias do Nascimento – É capitão da Polícia Militar do Estado de São Paulo. Serve no Comando de Policiamento Rodoviário, como comandante de Companhia na região da Baixada Santista.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui