MAIS RIGOR: Preocupado com a redução de acidentes, o DER-MG irá aumentar o total de pontos fiscalizados por radares nas rodovias sob sua administração. Até o fim deste ano, serão 598 novos equipamentos instalados para coibir o abuso de alguns motoristas. Foto: Divulgação/DER-MG

De acordo com o Órgão, pontos fiscalizados podem passar dos atuais 467 para 1.065. Ainda não há data definida para o início da operação

O Departamento de Edificações e Estradas de Rodagem de Minas Gerais (DER-MG) vai implantar 598 novos radares nas rodovias estaduais sob sua responsabilidade. O anúncio foi feito pelo diretor-geral do DER-MG, Robson Santana, nessa terça-feira (14).

Segundo Santana, a aquisição dos novos radares foi concluída por meio de concorrência pública que teve como objetivo a instalação, operação e manutenção dos equipamentos novos e dos que já existem nas estradas. O total de pontos poderá passar dos atuais 467 para 1.065.

De acordo com Santana, nesse primeiro momento, os trabalhos estão voltados à continuidade do monitoramento dos locais onde já havia equipamentos e para a atualização e implementação de tecnologias previstas nos novos contratos.

Levantamento

Segundo o DER, nas próximas semanas, a empresa contratada irá realizar levantamentos para a instalação dos radares nos novos locais. Na sequência, será dada a continuidade das ações, que preveem a expansão dos pontos fiscalizados, sendo que a entrada em operação dos novos radares só acontecerá, como de costume, após ampla divulgação dos locais, em modo educativo dias antes do início definitivo.

De acordo com Santana, o incremento dos serviços oferecidos à população é uma vitória. “Com a ampliação dos contratos de fiscalização eletrônica de velocidade, além de inibirmos o desrespeito à lei em um número maior de rodovias, estamos contribuindo para o aumento da segurança viária nos trechos sob a responsabilidade do Estado. Os investimentos são de R$ 104 milhões para os primeiros 30 meses de contrato, que podem ser prorrogados por igual período”, completou o diretor-geral.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui