FRONTAL: Colisão frontal na SP-225, em Aguaí (SP), deixou três pessoas mortas e outras quatro feridas, segundo a Polícia Rodoviária. Foto: TV Cidade Aguaí

De acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv), ocorrência envolveu um carro e um caminhão MB, Acello 915 G; vítimas fatais estavam no carro

Uma colisão frontal no km 6 da Rodovia Deputado Ciro Albuquerque (SP-225), em Aguaí (SP), na tarde dessa quarta-feira (15), provocou a morte de três pessoas e ferimentos em outras quatro, de acordo com a Polícia Militar Rodoviária (PMRv).

Ainda de acordo com os policiais, o acidente (sinistro) foi registrado por volta das 17h. No carro, um Ford Escort, estavam trabalhadores rurais que seguiam para Aguaí. Três deles, identificados como Lucas Martins Vieira, de 26 anos, José Roberto Marques Nascimento, de 32 anos, e Carlos José Carvalho, de 54 anos, morreram no local. Os feridos foram encaminhados à Santa Casa de São João da Boa Vista (SP); um deles, em estado grave. Os demais feridos seguem internados.

Estado grave

Um dos feridos, um adolescente de 15 anos, chegou à Santa Casa em estado gravíssimo, com traumas nos membros superiores, inferiores e uma fratura grave na perna direita. O outro, de 19 anos, precisou ser intubado no local do sinistro.

De acordo com informações da Santa Casa, ele foi sedado e encaminhado à UTI. Já o motorista do carro, de 25 anos, sofreu um impacto no tórax e segue em acompanhamento médico.

De acordo com a PMRv, o motorista do carro relatou que o caminhão veio em sua direção ziguezagueando pela pista. Já o caminhoneiro disse que foi desviar de animais na pista, invadiu a faixa oposta e em seguida voltou para a sua mão. O carro que vinha do lado contrário fez o mesmo e não deu tempo de frear e evitar a colisão.

Segundo os policiais, o condutor do caminhão foi submetido ao teste do bafômetro e deu negativo. Ele foi levado também para a Santa Casa, após ficar preso às ferragens do veículo, mas não teve feridos graves.

De acordo com a PMRv, equipes do Corpo de Bombeiros e da copncessionária Renovias, responsável pela rodovia. A Polícia Civil irá investigar as causas do sinistro.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui