Proprietários de animais soltos em rodovias federais na Paraíba, quando identificados, estão sendo presos e responderão civil e criminalmente por homicídio ou lesão corporal. No ano passado sete pessoas perderam a vida nas estradas, vítimas de acidentes envolvendo animais na pista. Este ano a Polícia Rodoviária Federal – PRF – já contabiliza quatro mortes de condutores ou passageiros de veículos por causa de atropelamento de animais ou mesmo capotagem na tentativa de livrar o veículo de bois, vacas, cavalos ou jumentos.

A inspetora Keilla Melo, do Núcleo de Comunicação Social da PRF na Paraíba, revela que em 2011 ocorreram 229 acidentes nas rodovias federais no estado ocasionados devido a presença de animais. Desse total, 182 acidentes foram com atropelamentos de animais. Morreram sete pessoas, 46 ficaram gravemente feridas e outras 102 vítimas tiveram ferimentos leves. Agora em 2012 já foram registrados 41 acidentes com animais, causando a morte de quatro pessoas, ferimentos graves em sete outras e quinze se feriram sem gravidade.

Keilla Melo informa que das quatro pessoas mortas este ano, uma morreu em um acidente na terça-feira passada, dia em que aconteceram dois choques de veículos com animais. Os acidentes envolvendo animais praticamente acontecem em todas as regiões do estado, ao longo das rodovias. “Entretanto os acidentes graves com animais acabam acontecendo mais no Sertão, até pelo fato das rodovias lá ainda não serem duplicadas”, revela a inspetora.

Na tentativa de evitar esse tipo de violência no tráfego nas BRs, a Polícia Rodoviária Federal tem utilizado no dia-a-dia o caminhão boiadeiro, recolhendo anmais nas pistas e entregando-os a algumas prefeituras conveniadas. Acontece que os proprietários dos animais muitas vezes pagam uma pequena taxa e acabam liberando seus animais, voltando a soltá-los dias depois nas rodovias.

“O que nós temos tentado fazer é com que os proprietários de animais envolvidos em acidentes, sejam localizados, identificados e respondam criminalmente pela prática de homicídio quando há morte de pessoas, ou por lesões corporais, no caso de feridos”, revela a inspetora.

Keilla Melo afirma que os proprietários de dois cavalos soltos que provocaram a morte de dois rapazes em uma motocicleta na semana do carnaval, na BR-230, estrada de Cabedelo, foram localizados, estão presos e respondendo por homicídio. No acidente de terça-feira morreram além de uma pessoa, três animais e outros sete foram recolhidos na tentativa de se encontrar o proprietário da boiada.

Dicas – A inspetora orienta os motoristas a dirigirem na velocidade compatível com o que indica a sinalização porque ele tem mais condições de visualizar e de reduzir a velocidade para evitar o choque com os animais. A Relações Públicas da PRF também apela para que as pessoas que têm animais não os deixem soltos às margens das rodovias para evitar tragédias e depois não terem que responder criminalmente na justiça.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui