Sistema Anchieta-Imigrantes, da Ecovias, é uma das concessões do grupo EcoRodovias.

Autorização do controle da MGO pela EcoRodovias foi publicada no Diário Oficial

A Agência Nacional de Transportes Terrestres – ANTT publicou nesta sexta-feira (7), no Diário Oficial da União, a Deliberação nº 989, de 4 de dezembro de 2018, que trata da aprovação da transferência de controle societário da MGO – Concessionária de Rodovias Minas Gerais S.A. para a EcoRodovias Concessões e Serviços S.A.

No documento, consta que a EcoRodovias deverá arcar com a duplicação da BR-050, até 30 de junho de 2019, conforme estabelecido na subcláusula 5.1 do Primeiro Termo Aditivo ao Contrato relativo ao Edital nº 001/2013, além de outras obrigações contratuais.

Trecho da BR-392, que a Ecosul administra.

Trecho

A EcoRodovias agrega ao seu portfólio de concessões rodoviárias, a oitava, o trecho de 436,6 quilômetros, que começa no entroncamento com a BR-040, em Cristalina (GO), e se estende até a divisa de Minas Gerais com São Paulo, no município de Delta (MG).

Entre outras rodovias, atualmente, a EcoRodovias é uma das principais companhias de infraestrutura logística do Brasil, com cerca de 6 mil colaboradores, oito concessões de rodovias (Ecovias, Ecopistas, Ecovia, Ecocataratas, Ecosul, Eco101 e Ecoponte), uma empresa de logística e um terminal portuário com atuação em seis estados brasileiros.

 

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui