O governador Raimundo Colombo assinará o sexto contrato de Santa Catarina com o Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID) hoje, quarta-feira (9), em Brasília. Nesta parceria iniciada há mais de 30 anos, serão liberados US$ 250 milhões (cerca de R$ 500 milhões), com contrapartida de US$ 75 milhões (R$ 150 milhões) do Governo do Estado.

Este investimento em infraestrutura rodoviária faz parte do Pacto por Santa Catarina, lançado pelo governador no segundo semestre do ano passado. O Pacto prevê aplicação de R$ 2,8 bilhões na implantação e na recuperação de 30% da malha rodoviária pavimentada catarinense. SC conta com 4,7 mil quilômetros de estradas asfaltadas e outros 1,7 mil quilômetros se cobertura asfáltica. Além do BID as demais linhas de crédito deste programa estão sendo liberadas pelo Bndes e Cooperação Andina de Fomento (CAF).

Do primeiro lote de obras financiadas pelo BID, foram licitadas 10 obras, cujas autorizações para início estão sendo assinadas pelo governador, disse o presidente do Deinfra, Paulo Meller. Ao todo serão R$ 333,5 milhões aplicados em 222 quilômetros de estradas. “Os recursos que economizamos com a licitação, serão destinados a um novo pacote, com serviços ainda sendo definidos”, acrescentou Meller.

Nesta quinta-feira, em São Joaquim, Colombo entregará a ordem de serviço para a restauração de 55 quilômetros da SC-114, entre Painel e São Joaquim. O custo será de R$ 55,7 milhões, 16% inferior ao orçado pelo Deinfra.



O QUE É RESTAURAÇÃO
Recuperação funcional e estrutural do pavimento existente com execução de nova(s) camada(s) de reforço e de rolamento e correção de pontos críticos e curvas.


DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui