BLOQUEIOS: Grupo indígena fechou novamente duas BRs, em Santa Catarina, nesta quinta-feira (28), reivindicando melhorias na saúde dos povos indígenas. Os protestos foram na BR-470, em Ibirama, e na BR-101, Morro dos Cavalos. Fotos: Divulgação/PRF/SC

É o segundo bloqueio na semana exigindo melhorias na saúde dos indígenas; hoje, foram as BRs 470 e 101

Dois novos bloqueios em rodovias federais, feitos por comunidades indígenas, foram registrados na manhã desta quinta-feira (28), no estado de Santa Catarina. O objetivo é mesmo: mostrar a indignação quanto à proposta do governo federal de municipalizar o atendimento de saúde aos indígenas.

SEGURANÇA: PRF esteve nos locais para orientar os motoristas e garantir a segurança de todos. Foto: Divulgação

A BR-470 foi interditada por uma manifestação do povo de José Boiteux, entre 10h e 11h30. A manifestação acontece entre os Kms 115 e 116, na altura de Ibirama, em frente ao Posto Scussel. Os dois lados da via ficaram completamente interditados por pelo menos quarenta minutos.

Inicialmente, o planejamento do grupo era bloquear a via por uma hora. Após a liberação da via, a comunidade está em negociação com a PRF para uma passeata até a entrada da tribo deles. A recomendação do órgão é de que todos os motoristas evitam a rodovia federal.

BR-101

Na BR-101, um outro grupo organizou uma manifestação pelo mesmo motivo. O bloqueio aconteceu na região do Morro dos Cavalos, na altura de Palhoça, entre 10h40 e 11h. A PRF de Florianópolis não foi comunicada sobre a intenção do grupo.

MORRO DOS CAVALOS, NA BR-101: Grupo indígena está indignado com o Governo de Bolsonaro em querer municipalizar a saúde dos povos indígenas. “Não queremos municipalização”, diz um dos cartazes. Foto: Divulgação

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui