BÊBADO AO VOLANTE: PRF da Bahia flagra motorista que provocou acidente na BR-367. Homem de 27 anos foi preso por dirigir embriagado e por falar ao celular. Foto: Divulgação

De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), motorista foi submetido a teste de bafômetro e resultado foi quase duas vezes maior do que o valor considerado como crime

Um acidente por volta de 13 horas no Km 48 da BR-367, em Teixeira de Freitas, na Bahia, deixou um homem ferido, após ele capotar o veículo que dirigia ao bater num caminhão na rodovia.

De acordo com a PRF, o homem de 27 anos, que não teve a identidade divulgada, foi preso após o acidente pois havia ingerido bebida alcoólica e usava o celular enquanto dirigia.

Ainda conforme a PRF, por um descuido, o aparelho acabou caindo no lastro do carro. Ao tentar pegar o celular, ele invadiu a contramão da rodovia e acabou colidindo no caminhão, provocando o capotamento.

Os agentes informaram também que, ao chegar ao local, encontraram um veículo modelo Fiat Pálio Fire tombado sobre a via e o motorista foi socorrido e levado ao Hospital Luís Eduardo Magalhães.

Segundo os policiais, o condutor confessou que estava distraído, mexendo no telefone celular enquanto dirigia.

De acordo com a PRF, após alta médica, o homem foi submetido ao teste com o etilômetro (bafômetro) que confirmou a embriaguez. O resultado aferiu 0,52 mg/L (miligramas de álcool por litro de ar expelido dos pulmões). O teste no aparelho apresentou índice quase duas vezes maior do que o valor considerado como crime, que é de 0,34 mgL. Em vistoria no interior do Pálio também foi encontrada uma arma de fogo, da marca Taurus. O revólver estava sem munição.

O infrator foi encaminhado e apresentado na Delegacia de Polícia Civil de Porto Seguro, no extremo sul da Bahia, para formalização do auto de prisão em flagrante por crime de Embriaguez ao volante, previsto no art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro e mais o delito de posse ilegal de arma de fogo do art. 16 da Lei 10.826/2006 (Estatuto do Desarmamento).

Balanço

Em 2019, a PRF na Bahia realizou 231.539 testes com etilômetro (bafômetro), que flagraram 3.149 condutores dirigindo sob efeito do álcool, infração gravíssima, com multa de R$ 2.934,70. Já os autos emitidos referente ao uso do celular ao volante foram 616 autuações. A conduta irregular abrange tanto falar ao telefone, quanto manusear ou segurar enquanto dirige.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui