MAIS SEGURANÇA: Os usuários da D. Pedro I, em Campinas (SP), ganham mais segurança, a partir desta quarta-feira (16), com a liberação do novo Trevo dos Amarais e das Marginais da D. Pedro I. Foto: Divulgação

De acordo com a concessionária responsável, investimento em pacote de obras é de R$ 106 milhões

As obras de remodelação do Trevo dos Amarais e do último trecho das vias marginais da rodovia D. Pedro I (SP-065), em Campinas (SP) foram entregues ao tráfego nesta quarta-feira (16).

De acordo com a concessionáira Rota das Bandeiras, responsável pelo Corredor Dom Pedro I,  com a conclusão dos 2,5 quilômetros finais de pistas marginais, entre o Trevo dos Amarais e o entroncamento com a Via Anhanguera (SP-330), o trecho urbano da D. Pedro I passa a ter 32 quilômetros de marginais (divididas nas pistas norte e sul), a partir do Km 129 (Trevo da Leroy Merlin), com duas faixas de rolamento e acostamento. Trecho de maior movimento dentre os 297 quilômetros concedidos, a região registra volume diário médio de 125 mil veículos.

Além de aumentar a capacidade de tráfego em 66%, passando de três para cinco faixas de rolamento por sentido, a construção das marginais amplia a segurança dos motoristas, com a segregação do trânsito urbano pelas marginais, enquanto as pistas expressas se destinam ao tráfego intermunicipal.

A remodelação do Trevo dos Amarais também irá contribuir para uma melhora significativa da fluidez na via e na avenida Comendador Aladino Selmi. O antigo dispositivo do km 143 possuía apenas um viaduto, que foi demolido, e quatro alças. O trevo remodelado conta com 6,2 km de novas pistas e conta agora com dez alças e dois viadutos, que garantem o deslocamento do tráfego em diferentes sentidos, com a eliminação dos conflitos entre o tráfego rodoviário e o urbano de bairros localizados às margens da rodovia, como o Jardim Santa Mônica e o Jardim São Marcos.

Motoristas devem estar atentos com novo acesso

Nos últimos meses, a Concessionária passou a fazer liberações gradativas das novas alças. A última alça que ainda estava em obras foi liberada na tarde desta terça-feira. O motorista que está na marginal sul (sentido Jacareí) da D. Pedro I passa a ter acesso direto ao São Marcos e pode fazer o retorno para a pista norte (sentido Via Anhanguera). Os usuários devem estar atentos, já que para utilizar as alças é necessário estar na pista marginal sul a partir do km 145, altura do Frango Assado.

Com a entrega das marginais e do Trevo dos Amarais, a Concessionária conclui a modernização do sistema viário da D. Pedro I, em Campinas, iniciada em 2012. Ao longo dos anos, além da implantação das pistas auxiliares, outros seis trevos foram remodelados: Leroy Merlin, Galleria, Sam’s Club, Carrefour, Campinas-Mogi e Barão Geraldo, além da transformação em passagem exclusiva para pedestres na antiga passagem inferior do km 140, na altura dos Atacadistas. Duas passarelas também foram construídas e o trecho conta atualmente com cinco dispositivos para a travessia segura.

Mais informações no site da concessionária ou pelo 0800 770 8070.

1 COMENTÁRIO

  1. Será que só eu percebi que há um erro de projeto no final da marginal, sentido Anhanguera? Aquela marginal teria que ir até a ponte! Até chegaram a limpar o terreno e colocar estacas. Aconteceu alguma coisa, certeza. Do jeito que está não resolveu nada, o congestionamento continua até o CEASA!!

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui