PEDIDO NEGADO: A ANTT não autoprizou o início de cobrança de mais duas praças de pedágio da Ecovias do Cerrado, na BR-365. Segundo a Agência, a concessionária não cumpriiu todas as exigências. Foto: Divulgação

De acordo com a Agência, Comissão de Fiscalização constatou 55 irregularidades

A Agência Nacinal de Transportes Terrestres (ANTT) negou o pedido da concessionária Ecovias do Cerrado – responsável pela concessão da BR-364/365/MG/GO, trecho entre o entroncamento com a BR-060 (Jataí-GO) e o entroncamento com a LMG-749 (Contorno Oeste de Uberlândia-MG) -, de início de cobrança de pedágio nas praças P6, em Cachoeira Alta (GO), no Km 97,3, e P7, em Jataí (GO), no Km 158,5. 

De acordo com a ANTT, a decisão se deveu ao não cumprimento da concessionária em algumas exigências. A Comissão de Fiscalização da ANTT apontou 55 irregularidades, que deverão ser sanadas.

Ainda de acordo com a ANTT, há uma previsão para a revisão dos pontos considerados irregulares no dia 21 deste mês. Somente depois de nova fiscalização da Comissão é que a Agência irá autorizar ou não o início da cobrança.

O Estradas entrou em contato com o Grupo Ecorodovias e com a Ecovias do Cerrado, e, às 17h50, recebeu a seguinte resposta da concessionária:

A Ecovias do Cerrado informa que cumpriu as exigências da fase de trabalhos iniciais previstas no Contrato de Concessão, firmado com a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), e, por este motivo, solicitou a autorização para o começo das operações nas praças de pedágio, que já foram iniciadas na P1 e P2 da BR-365, em Minas Gerais. Com relação às praças P6 e P7, na BR-364, em Goiás, a concessionária já atendeu aos 55 apontamentos feitos pela ANTT tão logo foram solicitados. Tratavam-se de requerimentos pontuais, ligados à dinâmica da rodovia, e que não indicavam riscos aos usuários. Após atender a essas solicitações, a concessionária aguarda posicionamento da Agência, que entendeu ser necessária uma nova vistoria pela Comissão de Fiscalização antes de autorizar o início das operações na BR-364″.

(*) Matéria atualizada às 17h55 com a resposta da Ecovias do Cerrado 

2 COMENTÁRIOS

  1. […] Depois de terem sidos vetadas pela Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT), no início de dezembro passado, por conta de 55 irregularidades, a Ecovias do Cerrado correu atrás do prejuízo e sanou os problemas. Com isso, obteve a tão esperada autorização da ANTT para o início de mais duas praças de pedágio, desta vez na BR-364, conforme consta na Deliberação 535/20, publicada no Diário Oficial da União (DOU), em 31 de dezembro de 2020. […]

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui