INVESTIMENTOS: governo do RJ iniciou obras de infraestrutura em duas importantes vias do estado: a RJ-104 e a RJ-106. Os serviço serão executados em aproximadamente 32 quilômetros com investimentos de R$ 81 milhões. Fotos: Divulgação

De acordo com o DER-RJ, serão investidos R$ 81 milhões nas RJs 104 e 106

As obras de infraestrutura nas rodovias RJ-104 e RJ-106 foram iniciadas recentemente pelo Departamento de Estradas de Rodagem (DER-RJ), e preveem intervenções em duas das principais vias da malha viária fluminense.

De acordo com o DER, são aproximadamente 32 quilômetros de obras com investimentos de R$ 81 milhões, que vão ajudar no fomento ao turismo na Região da Costa do Sol, além de auxiliar no escoamento de mercadorias e na mobilidade local.

“O governo do estado está investindo em torno de R$ 80 milhões nesta região para a recuperação das rodovias do Rio de Janeiro. Nesta localidade, vamos ainda construir o viaduto do Jardim Catarina, que vai aliviar muito o trânsito. Estas são obras que podem durar 15 anos diante de uma manutenção adequada. Escolhemos fazer uma obra menos ampla, mas com uma durabilidade maior”, afirmou o governador.

“Investir na malha rodoviária é investir no futuro do nosso estado. Rodovias em bom estado proporcionam um trajeto com mais segurança, interligação entre os municípios, melhor escoamento de produção agrícola e industrial e mais desenvolvimento, em geral. O governo do estado está trabalhando sério com estes objetivos”, disse o presidente do DER-RJ, Uruan Cintra de Andrade, que esteve acompanhando o governador e o vice governador durante as visitas às RJs.

Iniciadas no último dia 22, as obras da RJ-106 contemplam os serviços de duplicação de dois quilômetros da via, pavimentação, drenagem, sinalização e obras especiais na ponte, em uma extensão de 17,15 quilômetros, no trecho compreendido entre o entroncamento da RJ-106 com a RJ-140 (fim da pista dupla), em São Pedro da Aldeia, até a Fazenda Campos Novos, em Cabo Frio. São cerca de R$ 39 milhões em investimentos. O prazo de conclusão é em fevereiro de 2021.

O DER informa que, neste período de obras, os motoristas devem ficar atentos a dicas para minimizar os efeitos causados pelos trabalhos na via, já que o trânsito ficará em meia pista, com adoção do “Sistema Pare e Siga”.

“É muito importante conscientizarmos a população de que o estado cumpre sua promessa de revitalizar suas rodovias, mas para isso passaremos por interferências na rotina de cada uma delas, como trânsito e desvios onde estarão os profissionais. É um pequeno sacrifício, em prol de um bem maior, de um legado de avanços e boas estruturas que deixaremos para os fluminenses”, ressaltou o vice-governador, Cláudio Castro.

VISITA: Witzel também esteve na RJ-104, na altura de Tribobó. Nesta rodovia, as intervenções, que começaram no último dia 0 de setembro, englobam os serviços de restauração de pavimento de grande parte da rodovia.

Visita à RJ-104

Witzel também esteve na RJ-104, na altura de Tribobó. Nesta rodovia, as intervenções, que começaram no último dia 20 de setembro, englobam os serviços de restauração de pavimento de grande parte da rodovia. A primeira etapa está sendo executada no trecho que vai do km7 até o km11, no sentido Niterói, do entroncamento com a RJ-106, em Tribobó, até Alcântara. Na próxima semana, os trabalhos irão acontecer simultaneamente nos dois sentidos da estrada.

A segunda frente dos trabalhos será do km 7 ao km 11, no sentido Alcântara. São 4 quilômetros de intervenções de pavimentação, entre Tribobó e Alcântara, com interdição de uma faixa para a execução do serviço. Posteriormente, serão realizados os trabalhos de recuperação dos acostamentos.

Serão investidos cerca de R$ 41 milhões na revitalização da rodovia, que contempla serviços de pavimentação, drenagem, terraplenagem e obras especiais em viadutos. Estão previstos no projeto da obra, também: a construção de um novo viaduto no Jardim Catarina, em São Gonçalo; obras de drenagem e canalização do rio que passa próximo ao viaduto de Maria Paula; além de nova pavimentação no viaduto de Alcântara.

DEIXE UMA RESPOSTA

Você digitou um endereço de e-mail incorreto!
Por favor, digite seu nome aqui